Polícia

Mulheres são presas por furtarem R$ 18 mil em azeite de oliva e creme de avelã na Bahia

Suspeitas armazenaram os produtos em um guarda volume na rodoviária da cidade

07/07/2022 09h02
Mulheres são presas por furtarem R$ 18 mil em azeite de oliva e creme de avelã na Bahia
Foto: ASCOM PC

Quatro mulheres foram presas após furtarem cerca de R$ 18 mil em azeite de oliva e creme de avelã. Os produtos foram roubados de um supermercado atacadista na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. As prisões aconteceram na terça-feira (5).

O subgerente do estabelecimento teria dado falta da mercadoria e  registrado o caso na Delegacia de Furtos e Roubos. A polícia, então, analisou imagens de câmeras de segurança e descobriu que os produtos haviam sido armazenados em um guarda volume na Estação Rodoviária da cidade. 

Após análise das imagens, os policiais foram até o local e encontraram as caixas. A carga de creme de avelã e azeite de oliva foi furtada durante o expediente do estabelecimento. A polícia, no entanto, não informou se as mulheres eram funcionárias e nem como elas foram identificadas.

As quatro suspeitas não tiveram o nome divulgado, mas a polícia informou que elas são da Paraíba. As mulheres estão detidas em Vitória da Conquista, à disposição da Justiça.

Comentários

Leia também

Polícia
65ªCIPM prende suspeito por tráfico de drogas durante a Operação Alcatéia

65ªCIPM prende suspeito por tráfico de drogas durante a Operação Alcatéia

Diante dos fatos, um homem e todo o material apreendido foram apresentados à Central de...
Polícia
Polícia Civil deflagra operação contra grupo investigado por tráfico e homicídios

Polícia Civil deflagra operação contra grupo investigado por tráfico e homicídios

Dez suspeitos já foram presos, drogas apreendidas e um criminoso foi socorrido para uma...
Polícia
Guarnição da 65ª CIPM recupera veículo roubado em Feira de Santana

Guarnição da 65ª CIPM recupera veículo roubado em Feira de Santana

Sendo então apresentado à Delegacia de Furtos e Roubos, para as medidas legais.