Brasil

MPT abre inquérito para investigar acusações contra ex-presidente da Caixa

Pedro Guimarães pediu demissão em junho, após a repercussão das primeiras denúncias de assédio moral e sexual

27/07/2022 11h21
MPT abre inquérito para investigar acusações contra ex-presidente da Caixa
Foto: Portal gov.br

O Ministério Público do Trabalho (MPT) abriu um inquérito para investigar as acusações de assédio moral e sexual feitas contra o ex-presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães.

O caso já era acompanhado pelo MPT por meio de um procedimento preliminar, mas, na última segunda-feira (25), uma portaria assinada pelo procurador do trabalho Paulo Neto transformou a apuração em um inquérito civil para aprofundamento do caso. 

Guimarães pediu demissão do cargo em junho, após a repercussão das primeiras denúncias contra ele. Servidoras da Caixa relatam que o ex-presidente tinha comportamento inapropriado com as funcionárias, o que incluia toques íntimos e convites a locais fora do ambiente profissional, como saunas.

Também ganharam repercussão áudios também que mostravam atitudes agressivas de Pedro Guimarães, com xingamentos e ameaças durante reuniões de trabalho. Após a saída de Guimarães, Daniella Marques, indicada pelo presidente Jair Bolsonaro e braço-direito do ministro Paulo Guedes, assumiu o cargo de presidente da Caixa.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Brasil
Justiça determina bloqueio de valores das Americanas que foram retidos por bancos

Justiça determina bloqueio de valores das Americanas que foram retidos por bancos

Os valores eram de R$ 200 milhões, retidos pelo Banco Safra, e R$ 95 milhões pelo Banco...
Brasil
Previdência convoca mais 11 mil aposentados e pensionistas para fazer Prova de Vida

Previdência convoca mais 11 mil aposentados e pensionistas para fazer Prova de Vida

Processo pode ser feito até o fim do mês de setembro por aplicativo, videoatendimento...
Brasil
Suspensão do piso da enfermagem começa a ser avaliado pelo STF nesta sexta

Suspensão do piso da enfermagem começa a ser avaliado pelo STF nesta sexta

Ministros terão até o dia 16 de setembro para divulgar seus votos no plenário virtual...