Política

MPF marca oitiva de Zé Ronaldo em caso de desvio de milhões na saúde

O ex-prefeito será interrogado pelo MPF no próximo dia 14 de dezembro, na sede da Justiça Federal.

21/11/2023 15h24
MPF marca oitiva de Zé Ronaldo em caso de desvio de milhões na saúde

A Justiça Federal já definiu a data do interrogatório do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (União Brasil). Ele virou réu em uma ação que investiga o desvio de milhões de reais na saúde do município, após decisão da 2ª Vara Federal Criminal, assinada pelo juiz Fábio Moreira Ramiro, que uma denúncia do Ministério Público Federal (MPF). O ex-prefeito será interrogado pelo MPF no próximo dia 14 de dezembro, na sede da Justiça Federal em Feira de Santana.

A ação apura um suposto esquema fraudulento de licitações e superfaturamento de contratos celebrados pela Coofsaúde (Cooperativa de Trabalho) com a Prefeitura de Feira de Santana.

De acordo com a denúncia do MPF, a cooperativa recebeu cerca de R$ 285,6 milhões do Fundo Municipal de Saúde e da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, entre os anos de 2009 e 2018. Desse total, R$ 71,6 milhões teria sido superfaturado.

Além de José Ronaldo, também são réus na mesma ação a ex-secretária de Saúde do município, Denise Mascarenhas; o ex-Procurador Geral, Cleudson Almeida; além de Antônio Rosa de Assis e José Gil Ramos Lima da Penha, ambos servidores municipais.

O juiz Fábio Moreira Ramiro, da 2ª Vara Federal Criminal, ressalta que o interrogatório dos réus vai ocorrer no formato presencial, devendo todos compareceram à audiência de instrução.

Informações obtidas por A TARDE dão conta de que, até agora, somente as testemunhas arroladas pelos réus foram ouvidas pela Justiça Federal. No último dia 2 de outubro, segundo ata da audiência, foram ouvidas as testemunhas indicadas pelo ex-prefeito José Ronaldo. Entre elas, o ex-secretário de Administração do Município, João Marinho Gomes Júnior.

Também foram ouvidas na condição de testemunhas Josilene da Silva Araújo, Sara Galvão da Silva Portugal, Sirleide de Oliveira Rodrigues, Osmário de Jesus Oliveira, Nilda Silva Muniz Sousa, Ana Leda Rocha da Silva, Maria José Ferreira Lima, Telma Araújo da Silva Chalegre, Paulo Roberto Costa Nunes e Rogeane da Silva Freitas.

Todos os réus, exceto a ex-secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, participaram da audiência. Ela foi esteve representada pelo advogado Rafael Lima Mascarenhas – que é filho dela. Pelo MPF atuou a Procuradora da República, Flávia Galvão Arruti.

Por: A Tarde

Comentários

Leia também

Política
Oposição na AL-BA formaliza convite para secretária de Educação explicar portaria de aprovação em massa de estudantes

Oposição na AL-BA formaliza convite para secretária de Educação explicar portaria de aprovação em massa de estudantes

A declaração de Jerônimo também foi criticada pelo sindicato que representa a categoria...
Política
Em Serra Preta, empresário não descarta disputar prefeitura

Em Serra Preta, empresário não descarta disputar prefeitura

Ele colocou seu nome à disposição da população
Política
Deputado Leandro de Jesus analisa decisões estratégicas do PL para eleições municipais na Bahia

Deputado Leandro de Jesus analisa decisões estratégicas do PL para eleições municipais na Bahia

Leandro ressaltou a importância da participação do PL no processo eleitoral, especialmente...