Política

MP acusa ACM Neto de usar propaganda partidária do União Brasil para promoção pessoal e pede suspensão

Procurador afirma que as inserções do União Brasil foram usadas para apresentar “única e exclusivamente à difusão de aspectos pessoais e das qualidades” de ACM Neto

09/06/2022 12h23
MP acusa ACM Neto de usar propaganda partidária do União Brasil para promoção pessoal e pede suspensão
Foto: Divulgação ASCOM

O Ministério Público Eleitoral (MPE) entrou com representação contra o pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto, por usar a propaganda do seu partido, o União Brasil, para promoção pessoal. O MPE quer a suspensão imediata da propaganda partidária, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil.

Autor da representação, o procurador regional eleitoral Fernando Túlio da Silva afirma que as inserções do União Brasil foram usadas para apresentar “única e exclusivamente à difusão de aspectos pessoais e das qualidades” de ACM Neto.

“Há uma nítida promoção pessoal do filiado, uma vez que, ao apresentar a propaganda, vale-se do espaço do partido para divulgar aspectos pessoais, abordando-se mais suas realizações, do que propriamente as propostas e os programas partidários – sendo todo o discurso travado na primeira pessoa sem sequer ocorrer a menção ao nome do partido”, diz o procurador regional eleitoral.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Política
Tabata Amaral é nomeada para equipe de transição de Lula

Tabata Amaral é nomeada para equipe de transição de Lula

Nomeação da parlamentar para a equipe foi publicada no Diário Oficial da União de terça...
Política
Comissão aprova texto preliminar do Orçamento de 2023

Comissão aprova texto preliminar do Orçamento de 2023

Projeções de receitas e despesas totalizam R$ 5,2 trilhões
Política
PT, PV, PCdoB e PSB oficializam apoio à reeleição de Arthur Lira como presidente da Câmara

PT, PV, PCdoB e PSB oficializam apoio à reeleição de Arthur Lira como presidente da Câmara

A eleição para presidência da Casa será no início de fevereiro