Feira de Santana

Proprietários de empresa, funcionários e motoristas reclamam de buracos nas ruas do CIS

Segundo moradores, a situação tem gerado transtornos e prejuízos para todos.

29/07/2022 13h53
Proprietários de empresa, funcionários e motoristas reclamam de buracos nas ruas do CIS
Foto: André Silva

Os funcionários e proprietários de empresas situadas no Centro Industrial do Subaé (CIS), reclamam do excesso de buracos ruas do Centro Industrial. Na manhã desta sexta-feira (29), a situação foi apurada pelo portal De Olho na Cidade.

O caso levanta reclamações dos motoristas trafegam pelas localidades: ” A situação está tão grave, que tem local que não dá nem pra passar, a exemplo da rua no fundo do transbordo, frente ao centro de distribuição São Roque, onde tem grandes poças, que impedem nossos carros de passar, disse o motorista, Iuri Freitas.

De acordo com o funcionário José Luiz Santos, todas as ruas do centro industrial estão nesta mesma situação: “Muitos buracos, intransitável, e aqui neste trecho no fundo do transbordo está pior. Aqui tem várias placas de veículos, quando os carros pequenos passavam, que hoje não passam mais, as placas ficavam”.

Ainda segundo o funcionário, para conseguir chegar até sua empresa, é necessário dá uma volta de mais de 1 km, por conta desta situação caótica. O deputado Federal Zé Neto passou no local no momento em que a reportagem do De olho na Cidade estava sendo feita.

Em outro momento, ocorreram confusões sobre o recolhimento de lixo da prefeitura.

Segundo o deputado, uma parte do CIS pertence ao estado e outra parte ao município. No que se cabe a parte do estado, os recursos já está sendo requeridos, e serão liberados para manutenção: “O município recebe o IPTU das empresas e são valores altos e tem vários bairros em volta do CIS, mas não há manutenção, e nem dialogam com o estado”, disse o deputado Zé Neto.

O líder politico ainda destacou que “nesse trecho é onde os ônibus passam para ir pra o transbordo aqui do Tomba, mais a prefeitura não está nem aí”. Também foi relatado que em outro dia, ocorreram confusões sobre o recolhimento de lixo da prefeitura.

Para a moradora do bairro Tomba, Alice Ferreira, o que se ver é um jogo de “empurra” entre a prefeitura e o estado: “Ninguém resolve nada e o problema está aí até hoje. A população sofrendo, os motoristas tendo seus carros quebrados, e com funcionários e proprietários de empresas reclamando”, disse a moradora.

Motoristas e transportadores estão cobrando as empresas, acerca dos prejuízos.

Segundo o prefeito Colbert Martins, a responsabilidade de manutenção da estrada compete ao Governo do Estado.

“É responsabilidade do Estado, a Prefeitura mantém a questão da limpeza e iluminação pública. Quando a situação é muito grave, tomamos medidas emergenciais, mas a responsabilidade pelo CIS, é do governo da Bahia. Vou pedir ao nosso pessoal que trabalha nas ruas, para identificar o problema para fazermos a observação”.

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Eremita responde Zé Carneiro sobre ilegalidade na contratação de empresas
Feira de Santana
Visita de agente de endemias pode ser agendada pelo aplicativo Fala Feira
Feira de Santana
Prefeitura de Feira recolheu 215 toneladas de pneus velhos em oito meses

Prefeitura de Feira recolheu 215 toneladas de pneus velhos em oito meses

O recolhimento é feito pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesp) como estratégia...