Política

Ministério da Cultura terá orçamento recorde de mais de R$ 10 bilhões em 2023

Margareth Menezes, que vai comandar a ainda Secretaria Especial da Cultura, comemorou as cifras nas redes sociais

27/12/2022 12h56
Ministério da Cultura terá orçamento recorde de mais de R$ 10 bilhões em 2023
Foto: Max Haack/Agecom

O Ministério da Cultura terá um orçamento recorde no próximo ano. A aprovação do Orçamento de 2023, já garantiu R$ 5,7 bilhões para a área. A esse valor se somam R$ 3,8 bilhões da Lei Paulo Gustavo, R$ 1,2 bilhão para a Condecine, contribuição que financia a atividade cinematográfica do país e foi posta em xeque neste ano, e o teto de incentivo da Lei Rouanet.

As cifras juntas chegam a mais de R$ 10 bilhões, valor histórico para a pasta. O número é ainda mais comemorado após os últimos quatro anos de estrangulamento da área —o primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro reservou R$ 2,1 bilhões para a pasta, número que caiu para R$ 1,67 bilhão neste ano.

Margareth Menezes, que vai comandar a ainda Secretaria Especial da Cultura, comemorou as cifras nas redes sociais. “Graças à sensibilidade do presidente Lula, que identificou no setor cultural uma força econômica, e reafirmando a importância que esse setor terá em seu governo, como gerador de emprego e renda. Em 2023 a cultura e as artes terão orçamento garantido”, escreveu ela.

*Bahia.ba

Comentários

Leia também

Política
Secretário Angelo Almeida expõe expectativas com o atual governo

Secretário Angelo Almeida expõe expectativas com o atual governo

Angelo pretende intensificar seus trabalhos para combater a desigualdade social, com destaque...
Política
Rodrigo Pacheco, do PSD, é reeleito e comandará Senado até 2025

Rodrigo Pacheco, do PSD, é reeleito e comandará Senado até 2025

Resultado foi definido em primeiro turno. Pacheco recebeu 49 votos contra 32 do seu adversário...
Política
Lúcio Vieira diz que Colbert foi convidado a se retirar do MDB

Lúcio Vieira diz que Colbert foi convidado a se retirar do MDB

"Ele foi convidado a se retirar", declara presidente de honra.