Política

Michelle Bolsonaro é convocada para se tornar presidente do ‘PL Mulher’

O partido do presidente Jair Bolsonaro ofereceu um escritório para ela despachar a partir do próximo ano

15/11/2022 12h20
Michelle Bolsonaro é convocada para se tornar presidente do ‘PL Mulher’
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O partido do presidente Jair Bolsonaro, o PL, ofereceu para a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, um escritório para ela despachar a partir do próximo ano. A função de Michelle na legenda será como presidente do PL Mulher e, portanto, ela deverá ter uma “estrutura” no partido. O convite para ocupar o posto foi feito na semana passada e Michelle aceito, segundo informações do UOL.

A primeira-dama poderá ter um espaço na sede da sigla ou até mesmo uma sala preparada para ela no escritório que o PL alugou para Bolsonaro, que fica ao lado da sede da legenda. Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o local que foi dado para o presidente atuar a partir de 2023 tem dois andares e ao menos dez salas.

O chefe do Executivo ainda negociou com o presidente do seu partido, o ex-deputado federal Valdemar Costa Neto (PL), um salário pago pela legenda no mesmo valor ao que é pago para o mandatário da sigla. Bolsonaro deverá ganhar mais de R$ 80 mil por mês a partir do ano que vem.

*Bahia.ba

Comentários

Leia também

Política
PEC que perdoa dívidas de partidos políticos é aprovada na Câmara

PEC que perdoa dívidas de partidos políticos é aprovada na Câmara

Segundo estimativa da ONG da Transparência Partidária, o montante total das multas pode...
Política
“Temos que tirar Feira do isolamento, especialmente interno”, afirma Zé Neto

“Temos que tirar Feira do isolamento, especialmente interno”, afirma Zé Neto

Confrontado com críticas sobre as alianças com o estado e a União, que, segundo adversários,...
Política
Prisões de funcionários da Abin são realizadas mesmo com oposição da Procuradoria Geral da República

Prisões de funcionários da Abin são realizadas mesmo com oposição da Procuradoria Geral da República

Procuradoria Geral da República alega que medidas alternativas seriam suficientes para...