Feira de Santana

Micareta de Feira de Santana contará com serviço para denúncias de racismo e intolerância religiosa

A unidade móvel do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela ficará na Av. João Durval, transversal da Presidente Dutra, próximo aos Correios.

20/04/2023 12h00
Micareta de Feira de Santana contará com serviço para denúncias de racismo e intolerância religiosa
Foto: Divulgação/Sepromi

A unidade móvel do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela estará presente na Micareta de Feira de Santana, que acontece de 20 a 23 de abril. O serviço, vinculado à Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais (Sepromi), realizará atendimento preventivo, acolhimento e acompanhamento de casos de violação de direitos nas esferas racial e religiosa no maior carnaval fora de época do país. 

“O objetivo é levar informação e conscientização para que as pessoas possam identificar situações de racismo e intolerância religiosa, que muitas vezes acabam sendo naturalizadas durante a folia”, explica a titular da Sepromi, Ângela Guimarães. 

O ônibus ficará estacionado na Avenida João Durval, transversal da Presidente Dutra, próximo aos Correios, com uma equipe multidisciplinar, composta por técnicos de serviço social, psicologia e direito. De quinta a sábado, o atendimento acontece das 18h às 22h, e no domingo, das 11h às 20h.  

As denúncias também poderão ser registradas no Plantão Integrado dos Direitos Humanos, que funcionará na Avenida Presidente Dutra, das 15h às 23h, e por meio dos telefones (71) 3117-7448 e 0800 284 0011. 

Além disso, será distribuído material informativo – ventarola, adesivos e folders – no circuito oficial da festa. As peças buscam alertar a população que racismo é crime e deve ser denunciado e punido. 

Blocos de matriz africana 

Em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura (Secult-BA), a Sepromi oferecerá também apoio financeiro para a participação de 15 agremiações carnavalescas locais na Micareta de Feira de Santana. O incentivo beneficiará blocos locais nas categorias afro, afoxé, samba e reggae, valorizando e contribuindo para a preservação de manifestações culturais de matriz africana. 

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Problemas enfrentados pela advocacia de Feira de Santana no Conjunto Penal são tema de reunião

Problemas enfrentados pela advocacia de Feira de Santana no Conjunto Penal são tema de reunião

Na oportunidade, tanto o secretário quanto o seu chefe de gabinete, ficaram de dar, até...
Feira de Santana
Mutirões agilizam as demandas para atualização e inclusão de beneficiários no CadÚnico

Mutirões agilizam as demandas para atualização e inclusão de beneficiários no CadÚnico

Comunidade tem acesso facilitado a serviços da assistência social
Feira de Santana
Sindicato dos Metalúrgicos de Feira de Santana participa de marcha em Brasília

Sindicato dos Metalúrgicos de Feira de Santana participa de marcha em Brasília

A mobilização busca chamar a atenção para as demandas dos trabalhadores