Feira de Santana

Micareta 2023 contará com projeto inédito de compensação de créditos de carbono

Parceria firmada entre o Município e a EnerGreen

20/04/2023 15h39
Micareta 2023 contará com projeto inédito de compensação de créditos de carbono
Foto: Reprodução/Secom

Um projeto pioneiro de compensação de créditos de carbono será executado na Micareta de Feira 2023, que começa nesta quinta-feira (20) e segue até domingo (23). A iniciativa foi desenvolvida pela empresa EnerGreen Engenharia em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. O objetivo é minimizar as emissões de gases poluentes durante os cinco dias de festa, tornando a folia momesca mais sustentável.

O secretário de Meio Ambiente, Antônio Carlos Coelho, explica que a iniciativa não terá custos para a Prefeitura de Feira de Santana, já que a EnerGreen está doando o projeto de crédito de carbono. A empresa, que tem um braço no Brasil, em São Paulo, visa contribuir para a preservação do meio ambiente em todo o mundo.

“A certificação da compensação de créditos de carbono será emitida pela ONU e estará disponível para os foliões e empresas interessadas em verificar a sustentabilidade do evento”, acrescenta Coelho.

O representante da EnerGreen Brasil, Ubiracy Aquino, destaca a importância da parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e a visão dos gestores públicos envolvidos.

“Com essa iniciativa, Feira de Santana se tornará referência em sustentabilidade para outros eventos do país”, considera.

ENTENDA O QUE É CRÉDITO DE CARBONO

Em 1997, os países reunidos na Cúpula do Clima e do Aquecimento Global realizada em Kyoto, definiram o conceito de Crédito de Carbono com o objetivo de reduzir a emissão de gases de efeito estufa, questão associados a vários problemas ambientais e impactam mudanças climáticas.

Os governos reunidos à ocasião estipularam uma instância para certificar e validar as ações tomadas pelos países que adotassem compromissos de redução da emissão de gases poluentes, o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL).

Ao comprovar que não emitiu gases poluentes, o MDL gera um crédito de carbono para cada tonelada não emitida. Quando um país consegue reduzir a emissão dessa tonelada, o MDL certifica um crédito que poderá ser comercializado com os países que ainda não alcançaram suas metas.

Os créditos de compensação são instrumentos adotados por governos e empresas para alcançarem as suas metas de redução de carbono. Quem deseja compensar as emissões de gases de efeito estufa geradas por suas atividades, pode comprar os créditos por meio de um intermediário ou de quem captura diretamente o carbono.

*SECOM/PMFS

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Desastres naturais: a importância do seguro de bens

Desastres naturais: a importância do seguro de bens

Estragos causados por desastres naturais podem ser cobertos por determinados seguros.
Feira de Santana
Publicado decreto de Situação de Emergência por conta das chuvas em Feira

Publicado decreto de Situação de Emergência por conta das chuvas em Feira

Somente na tarde desta terça foram registrados 65mm em 4 horas
Feira de Santana
Câmara de Dirigentes Lojistas realiza whorkshop com Alberto Serrentino

Câmara de Dirigentes Lojistas realiza whorkshop com Alberto Serrentino

Na edição deste ano, que será nesta quinta-feira (22), às 19h30, no teatro da CDL,...