Brasil

Mais 2,7 mi de pessoas poderão sacar abono salarial a partir de abril 

A lista dos beneficiários estará disponível no dia 5 de abril

24/02/2023 06h24
Mais 2,7 mi de pessoas poderão sacar abono salarial a partir de abril 

Mais de 2,7 milhões de trabalhadores poderão sacar o abono salarial de 2021 a partir de abril. A Dataprev, estatal responsável pelo cadastro de trabalhadores, fez um novo processamento de dados que resultou na liberação do benefício a mais pessoas neste ano.

A lista de novos beneficiados estará disponível a partir de 5 de abril. Quem nasceu de janeiro a junho ou tem o dígito final do Pasep de 0 a 3 receberá em 17 de abril. Para os demais trabalhadores, o abono salarial será liberado conforme o calendário original.

Com a medida, o número de beneficiados com o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) salta de 22 milhões para R$ 24,7 milhões em 2023. O abono salarial começou a ser pago no último dia 15, para os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro.

Em nota, o Ministério do Trabalho e Emprego informou que o reprocessamento de dados incluiu na lista os trabalhadores com conflitos de dados, como mais de uma inscrição no PIS/Pasep declarada pelos empregadores ou divergências identificadas pela Receita Federal. Desde o ano passado, as declarações das empresas ao e-Social passaram a ser usadas como fonte para a concessão de abono salarial, junto com a tradicional Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Segundo o ministério, a mudança melhorou a identificação das divergências na Receita Federal e agilizou o procedimento. Isso porque a correção dos dados por parte do empregador ou do trabalhador passa a ocorrer de forma automática, com base no cruzamento das informações.

O trabalhador poderá pedir recurso a partir de 5 de abril nos canais de atendimento do Ministério do Trabalho e Emprego, nas unidades das Superintendências Regionais do Trabalho ou pelo e-mail: [email protected] (substituindo os dígitos uf pela sigla do Estado de domicílio do trabalhador).

Benefício
O abono salarial de até um salário mínimo é pago aos trabalhadores inscritos no PIS ou no Pasep há pelo menos cinco anos. Recebe o abono agora quem trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2021, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Para servidores públicos, militares e empregados de estatais, inscritos no Pasep, a liberação ocorre pelo Banco do Brasil, nas mesmas datas do PIS. Nos dois casos, no PIS e no Pasep, o dinheiro estará disponível até 28 de dezembro. Após esse prazo, os recursos voltam para o caixa do governo.

*Bahia.ba
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Comentários

Leia também

Brasil
Anvisa atualiza orientações sobre rotulagem de alimentos

Anvisa atualiza orientações sobre rotulagem de alimentos

Modificações devem ajudar no uso das informações nutricionais para a realização de...
Brasil
Servidores do INSS decidiram iniciar greve em todo país a partir desta quarta-feira

Servidores do INSS decidiram iniciar greve em todo país a partir desta quarta-feira

Segundo representantes dos servidores, ainda não há um balanço de adesão, mas a expectativa...
Brasil
PF deflagra operação contra fraudes à Caixa envolvendo Auxílio Emergencial

PF deflagra operação contra fraudes à Caixa envolvendo Auxílio Emergencial

A ação resulta de uma apuração da PF em parceria com a Caixa que iniciou em abril de...