Bahia

Maior fabricante de carros elétricos do mundo vai instalar três fábricas na Bahia

Investimento será de R$ 3 bilhões

28/10/2022 10h27
Maior fabricante de carros elétricos do mundo vai instalar três fábricas na Bahia
Foto: Ed Jones / AFP PHOTO

A fabricante de carros elétricos BYD Auto vai investir R$ 3 bilhões na implantação de três unidades  na Bahia. As novas plantas produzirão chassis de ônibus e caminhões elétricos e veículos de passeio elétricos e híbridos e processar lítio e ferro fosfato, além de gerar 1,2 mil empregos na fase de implantação. Os empreendimentos integram protocolo de intenções assinado na quinta-feira entre BYD do Brasil, subsidiária da empresa chinesa no país, e o Estado da Bahia.

O empreendimento foi apresentado pelo governador Rui Costa em entrevista a um pool de rádios baianas, na manhã desta sexta-feira (28). Pelo lado do investidor, o documento foi assinado pelo diretor presidente do grupo BYD no Brasil, Tie Li.  “A Bahia vai voltará a ter produção de automóvel e agora automóvel de alta tecnologia, com 100% de carro elétrico”, celebrou Rui.

O governo baiano vai garantir a concessão de incentivos fiscais até 31 de dezembro de 2032, de acordo com a Lei nº 7.537/99 que institui o Programa Especial de Incentivo ao Setor Automotivo da Bahia (Proauto), e na Lei nº 7.980/2001 e Decreto n.º 8.205/2002, estaduais, que institui o Programa de Desenvolvimento Industrial e de Integração Econômica (Desenvolve).

Segundo o governador, não está definido ainda, mas é possível que a BYD use Ponta da Laje, terminal portuário da antiga Ford. “Essa produção de carros elétricos (da BYD), uma parte bastante substantiva inicialmente seria feita para exportação, já que o mercado brasileiro ainda vai ter uma curva ascendente”, explicou. Inicialmente, o novo empreendimento vai escoar os veículos baianos no Porto de Aratu.

Cronograma

Conforme o cronograma da BYD Auto, todas as unidades começam a ser implantadas em junho de 2023. A indústria química de processamento de lítio e ferro fosfato e a fábrica de chassis devem estar concluídas em setembro de 2024, com início de operação em outubro. A produção de veículos de passeio elétricos e híbridos compreende a terceira fase e deverá ser concluída até dezembro de 2024, com operação a partir de 2025.

De acordo com o governo baiano, a BYD vai promover o treinamento e a capacitação de mão de obra especializada, prioritariamente local, a ser aproveitada nas fábricas baianas. A fabricantes de automóveis elétricos também deverá priorizar a contratação de empresas baianas para a realização das obras civis, contratação dos serviços e aquisição dos insumos necessários à implantação e operação do empreendimento.

Outra contrapartida para a adesão ao Proautoe  ao Desenvolve é a participação da empresa ao Projeto Estadual de Incentivo à Primeira Experiência Profissional – Estágio, Aprendizagem e Ocupação Formal (Projeto Primeiro Emprego).

*Bahia.ba

Comentários

Leia também

Bahia
Ministro defende que Petrobras recompre refinaria na Bahia

Ministro defende que Petrobras recompre refinaria na Bahia

Moradores da Bahia e de Sergipe, que são atendidos pela refinaria, não estão sendo beneficiados...
Bahia
Petrobras desiste de vender poços terrestres, um deles situado na Bahia

Petrobras desiste de vender poços terrestres, um deles situado na Bahia

A venda desses ativos ainda não contava com nenhum contrato assinado, o que fez a estatal...
Bahia
Prédio de três andares desaba em Salvador

Prédio de três andares desaba em Salvador

Segundo a Defesa Civil de Salvador (Codesal), não houve registros de vítimas.