Política

Lula e Joaquim Barbosa conversam por telefone, afirma coluna

Os dois combinaram de Barbosa gravar um novo depoimento em vídeo defendendo voto em Lula

25/10/2022 17h28
Lula e Joaquim Barbosa conversam por telefone, afirma coluna
Felipe Sampaio / STF,Divulgação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa conversaram por telefone, no último fim de semana, sobre o segundo turno das eleições deste ano. A informação é da coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

De acordo com a publicação, os dois combinaram de Barbosa gravar um novo depoimento em vídeo defendendo voto em Lula. A ideia é usar o material nessa reta final da campanha.

A nova gravação deve ser feita pela equipe de marketing da campanha do ex-presidente. No primeiro turno, Barbosa já havia divulgado um vídeo informal declarando voto em Lula.

Na conversa do fim de semana, o ex-presidente também reforçou o convite para Barbosa participar do “Ato em Defesa da Democracia” a seu lado nessa segunda-feira (24), em São Paulo.

O ex-ministro, contudo, informou que não poderia ir presencialmente, pois estava no interior do Rio de Janeiro. Barbosa cogitou gravar um vídeo a ser exibido no evento, o que acabou não acontecendo.

*Bahia.ba

Comentários

Leia também

Política
Colbert comenta sobre articulações políticas e busca por unidade em Feira

Colbert comenta sobre articulações políticas e busca por unidade em Feira

O prefeito destacou a importância da unidade para o crescimento da cidade.
Política
Pablo Roberto confirma convenção partidária para sábado (20) e afirma que até o momento mantém pré-candidatura

Pablo Roberto confirma convenção partidária para sábado (20) e afirma que até o momento mantém pré-candidatura

O pré-candidato se reuniu nesta quarta-feira com apoiadores e pré-candidatos a vereadores...
Política
STF prorroga até setembro prazo de suspensão da desoneração da folha

STF prorroga até setembro prazo de suspensão da desoneração da folha

Ministro Edson Fachin atendeu pedido do Senado e da Advocacia-Geral da União