Brasil

Licença-maternidade começa a contar a partir da alta hospitalar, decide STF

A licença dura 120 dias, garantido para a mulher o salário-maternidade.

24/10/2022 10h21

O plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu na última sexta-feira (21) garantir o início da licença-maternidade a partir da alta hospitalar da mãe ou do recém-nascido, no caso de internações que passarem de duas semanas, e não da data do parto. Segundo O Tempo, o caso chegou ao Supremo por meio de uma ação protocolada pelo partido Solidariedade, e a decisão tem efeito imediato, valendo para as gestantes e mães que possuem contratos de trabalho formais.

Pelas regras da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), o afastamento da gestante ocorre entre o 28º dia que antecede o parto e a data de nascimento do bebê. A licença dura 120 dias, garantido para a mulher o salário-maternidade.

O caso foi julgado no plenário virtual, modalidade de votação na qual os votos são inseridos em um sistema eletrônico e não há deliberação presencial.

*Bahia Notícias

Comentários

Leia também

Brasil
Parte do RS entra em alerta para riscos de novas inundações devido às fortes chuvas

Parte do RS entra em alerta para riscos de novas inundações devido às fortes chuvas

O asfalto também ficou danificado devido ao volume de água
Brasil
Guaíba atinge 4 metros e chega a nível mais baixo dos últimos 19 dias

Guaíba atinge 4 metros e chega a nível mais baixo dos últimos 19 dias

Apesar da baixa, o nível do Guaíba ainda está acima da cota de inundação
Brasil
Enchentes no RS: Tragédia soma 161 mortes e registra primeiro caso fatal de leptospirose

Enchentes no RS: Tragédia soma 161 mortes e registra primeiro caso fatal de leptospirose

Após quase três semanas de interrupção das aulas devido à inundação causada pelo...