Feira de Santana

Lei Orçamentária Anual 2023 é entregue à Câmara Municipal

Documento detalha tudo o que a Prefeitura pretende arrecadar e aplicar

30/09/2022 12h19
Lei Orçamentária Anual 2023 é entregue à Câmara Municipal
Foto: Ascom CMFS

O secretário municipal de Planejamento, Carlos Brito, acompanhado do diretor da pasta, Luiz Ivan dos Santos Silva, protocolou a entrega da Lei Orçamentária Anual 2023 à Câmara Municipal, na manhã desta sexta-feira, 30. O documento detalha tudo o que a Prefeitura pretende arrecadar e aplicar ao longo do exercício financeiro do próximo ano.

A projeção elaborada pela Seplan é de R$ 1.963.320.508,00 [Um bilhão, novecentos e sessenta e três milhões, trezentos e vinte mil, quinhentos e oito reais], quantitativo 18% maior que o orçamento deste ano. Destaque para as áreas de Saúde e Educação, que juntas correspondem a 2/3 do orçamento.

Na área da Saúde o Município pretende o investir 30% do orçamento, o que corresponde ao dobro do percentual mínimo exigido por lei, que é de 15%, totalizando R$ 592.332.000,00 [Quinhentos e noventa e dois milhões, trezentos e trinta e dois mil reais]. Já na Educação, o investimento pretendido corresponde a 25% do orçamento: R$ 489.720.000,00 [Quatrocentos e oitenta e nove milhões, setecentos e vinte mil reais].

Luiz Ivan dos Santos Silva observa que a Lei Orçamentária Anual foi elaborada visando a manutenção das prioridades pautadas pela Administração. “Que são os recursos inerentes às áreas da Saúde, Educação e Assistência Social”, explica.

*Secom

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Moradores lamentam prejuízos após fortes chuvas e cobram soluções

Moradores lamentam prejuízos após fortes chuvas e cobram soluções

A situação atingiu moradores e comerciantes
Feira de Santana
Comitê de Crise estabelece decreto de situação de emergência por conta das chuvas

Comitê de Crise estabelece decreto de situação de emergência por conta das chuvas

O decreto visa facilitar o acesso do Governo Municipal a recursos estaduais e federais...
Feira de Santana
Vacinação contra dengue está abaixo do esperado, afirma prefeito

Vacinação contra dengue está abaixo do esperado, afirma prefeito

O público alvo são crianças de 10 a 14 anos, mas a prioridade são as de 10 a 11