Brasil

Justiça determina bloqueio de valores das Americanas que foram retidos por bancos

Os valores eram de R$ 200 milhões, retidos pelo Banco Safra, e R$ 95 milhões pelo Banco Safra

25/01/2023 10h24
Justiça determina bloqueio de valores das Americanas que foram retidos por bancos
Foto: Americanas S.A./Divulgação

A Justiça atendeu ao pedido do Grupo Americanas e determinou o arresto e bloqueio dos valores do Grupo que foram retidos pelo Banco Votorantim e pelo Safra. A determinação foi do juiz Luiz Alberto Carvalho Alves, da 4ª Vara Empresarial da Capital do Rio de Janeiro. 

Os valores eram de R$ 200 milhões, retidos pelo Banco Safra, e R$ 95 milhões pelo Banco Safra. Na última quinta-feira (19), os dois bancos haviam descumprido a determinação 4ª Vara Empresarial, que suspendeu todas as execuções financeiras contra o Grupo Americanas, quando foi deferido o processamento de recuperação judicial do grupo.

A decisão do juiz levou em conta o entendimento de que os valores retidos pelos dois bancos poderiam colocar em risco o processo de recuperação do Grupo Americanas. “Há de se destacar que o comportamento das referidas instituições financeiras prejudica a formação e manutenção do capital de giro do grupo econômico em processo de recuperação”, escreveu o magistrado. 

Na segunda-feira (23), o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro liberou R$ 1,2 bilhão das Lojas Americanas. O valor tinha sido bloqueado a pedido do BTG. A Justiça concedeu liminar ao BTG antes do deferimento pela 4ª Vara Empresarial do processamento da recuperação judicial do Grupo Americanas e da nomeação do administrador judicial.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Brasil
Em recuperação judicial, Americanas encerra serviço de televendas

Em recuperação judicial, Americanas encerra serviço de televendas

Clientes poderão conferir ofertas e promoções através do site e aplicativo da empresa...
Brasil
Americanas inicia demissões no Rio de Janeiro e em Porto Alegre

Americanas inicia demissões no Rio de Janeiro e em Porto Alegre

Os cortes devem ocorrer, principalmente, devido à necessidade de fechamento de lojas
Brasil
INSS começa a pagar aposentadoria acima do piso com 5,93% de reajuste

INSS começa a pagar aposentadoria acima do piso com 5,93% de reajuste

O calendário vai até o dia 7 de fevereiro.