Política

Julgamento de Moro tem placar de 4 a 2 contra cassação; senador deve continuar no cargo

Até o momento, seis dos sete desembargadores da Corte votaram; PT e PL ainda podem recorrer à Justiça

10/04/2024 07h05
Julgamento de Moro tem placar de 4 a 2 contra cassação; senador deve continuar no cargo
Foto: Reprodução/GloboNews

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) retomou, nesta terça-feira (9), o julgamento do senador Sergio Moro (União Brasil-PR). A sessão começou com placar de 3 a 1 contra a cassação do ex-juiz. Até o momento, o placar subiu para 4 a 2 a favor do senador, restando apenas o voto do desembargador Sigurd Roberto Bengtsson, presidente da Corte. De qualquer forma, o resultado a favor do senador já está garantido.

O processo deve ser encerrado ainda hoje. Após o resultado, o PT e PL, autores dos pedidos de cassação de Moro, podem recorrer ao tribunal em Brasília contra a cassação. Até lá, o senador poderá seguir normalmente no cargo.

Seis dos sete desembargadores da Corte votaram. Luciano Falavinha, relator do caso, foi o primeiro a votar a favor, em seguida foi acompanhado por Claudia Cristofani, Guilherme Denz e Anderson Ricardo Fogaça. Contra Moro, votaram José Rodrigo Sade e Julio Jacob Junio. Os partidos acusam o Moro Caixa Dois, abuso de poder econômico e uso indevido de meios de comunicação ao longo da campanha eleitoral de 2022.

*Com informações Metro 1

Comentários

Leia também

Política
Fabya Reis é confirmada pré-candidata a vice na chapa de Geraldo Jr.

Fabya Reis é confirmada pré-candidata a vice na chapa de Geraldo Jr.

Anúncio aconteceu em evento no início da tarde desta quarta-feira (5)
Política
Arimateia denuncia falta de quórum na Comissão de Meio Ambiente

Arimateia denuncia falta de quórum na Comissão de Meio Ambiente

Conforme relatou, ‘os trabalhos não têm andado.’
Política
STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

Prazo dado por Zanin foi para a efetivação de acordo entre governo e Congresso sobre...