Esporte

Jodilton Souza está decidido a deixar o futebol após o campeonato baiano

O presidente do Bahia de Feira pontou as falhas tanto na parte física dos jogadores quanto na montagem da comissão técnica.

15/02/2024 08h20
Jodilton Souza está decidido a deixar o futebol após o campeonato baiano
Crédito: Divulgação/Bahia de Feira

O Bahia de Feira atualmente passa por um momento bastante turbulento, a equipe só disputará o Baianão em 2024 e corre risco de rebaixamento para a segunda divisão do torneio. Após a derrota contra o Atlético de Alagoinhas, pela sétima rodada do Campeonato Baiano, o professor Jodilton Souza, presidente do Bahia de Feira, teceu duras críticas ao desempenho do do time e reafirmou seu desejo de deixar o futebol após o campeonato baiano.

“Eu já estava propenso, independente do que me acontecesse, a me afastar do futebol. Não gostaria de continuar, mas vamos esperar para ver se conseguimos algum milagre nesses dois próximos jogos difíceis e vamos tentar, pois a situação está bem embolada. No entanto, o futebol às vezes é resultado da montagem feita no início, vamos esperar com calma o término da competição e, depois, se realmente enfrentarmos a fatídica queda, vamos avaliar a situação com calma. Particularmente, não pretendo continuar no futebol, eu cheguei no meu limite, considerando tudo o que passamos e tudo o que sabemos sobre o futebol. Não é desculpa de perdedor, pois esse sentimento e pensamento já são conhecidos há algum tempo. O futebol é complexo e imprevisível, e muitas vezes dependemos do desempenho dos atletas, sem saber o que se passa pela cabeça de cada um.”

Jodilton pontou as falhas tanto na parte física dos jogadores quanto na montagem da comissão técnica.

“Primeiro, a gente não pode nem analisar o resultado do jogo, mas sim a mediocridade da equipe. A partida foi ridícula, a gente percebe que foi tudo montado equivocadamente, o jogo de hoje a gente mostrou falhas tanto na parte física quanto técnica e individual dos jogadores, então quando você joga um futebol dessa forma a probabilidade é que você não consiga a vitória. Eu acho que nós pecamos não na montagem do grupo, mas na montagem da comissão técnica, faltou uma série de coisas internas que a gente prefere não comentar até para respeitar os profissionais, mas no início Canidé não reeditou a performance que ele teve na última vez que passou aqui, perdeu o grupo. A gente tentou mudar, o grupo está muito mal fisicamente, hoje nós perdemos exatamente na questão física e foi humilhado dentro de casa e agora é esperar para ver o que acontece na reta final, mesmo achando muito difícil a gente rever essa situação, mas o futebol é assim mesmo.”

Com os três pontos somados fora de casa, o Atlético de Alagoinhas chegou aos sete e saltou para a sétima posição. De quebra, mandou o Bahia de Feira para a lanterna do Campeonato Baiano, com cinco pontos.

*Com informações do repórter Sotero Filho

Comentários

Leia também

Esporte
Camutanga vira dúvida pro Ba-Vi e Willean Lepo realiza primeiro treino no Vitória

Camutanga vira dúvida pro Ba-Vi e Willean Lepo realiza primeiro treino no Vitória

Para o lugar de Camutanga, o Vitória conta com os zagueiros Cristián Zapata e Bruno Uvini,...
Esporte
Confira todos os confrontos da terceira fase da Copa do Brasil 2024

Confira todos os confrontos da terceira fase da Copa do Brasil 2024

Diferentemente das fases anteriores, as partidas agora terão jogos de ida e volta
Esporte
FBF define fórmula de disputa da Série B do Baiano

FBF define fórmula de disputa da Série B do Baiano

Veja quem são os clubes participantes