Economia

Ibovespa fecha em alta, mas encerra semana no terreno negativo 

No Brasil, o mercado repercute a PEC dos Benefícios

16/07/2022 06h31
Ibovespa fecha em alta, mas encerra semana no terreno negativo 

O principal índice da Bolsa de Valores (B3) encerrou o pregão desta sexta-feira (15) no terreno positivo em alta de 0,45%, aos 96.551 pontos, em sessão marcada por alta volatilidade. Na semana, o Ibovespa acumulou queda de 3,7%. Já o dólar, caiu 0,52%, a R$ 5,404, porém na semana a moeda norte-americana subiu 2,60%.

Entre as maiores altas da bolsa, as ações da Gerdau, em alta de 5,94%, seguida da Braskem, valorizando 5,33% e da Gerdau Met, subindo 4,92%.

Os preços do minério de ferro recuaram 4,24% em Qingdao, a US$ 96,04 a tonelada.

No entanto, mesmo com a queda, as ações do setor de siderurgia tiveram um dia de leve recuperação. As ordinárias da Vale, por exemplo, subiram 0,62%, apesar de terem caído 9,32% na semana.

Já no terreno negativo, os papéis da Hapvida, em queda de 5,22%, seguida da CVC, caindo 4,55% e da Magazine Luiza, desvalorizando 4,47%.

No mercado global, os investidores continuam com receio sobre uma possível recessão generalizada devido a uma série de altas de juros pelo mundo para conter níveis recordes de inflação.

Além disso, novas restrições em cidades da China anunciadas no início preocupam o otimismo dos investidores.

As bolsas em Wall Street viraram e fecharam no terreno positivo. O Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq valorizaram, respectivamente, 2,15%, 1,92% e 1,79%.

No Brasil, o mercado repercute a PEC dos Benefícios. O bom desempenho da bolsa foi puxado pelo terreno positivo das bolsas nos Estados Unidos e pela alta nas ações ligadas ao petróleo, que se recuperam após a commodity superar os US$ 100 novamente, além do vencimento de contratos de opções sobre ações na B3.

*Bahia.ba

Comentários

Leia também

Economia
BBB 24: Especialista dá dicas de como gerenciar grande prêmio

BBB 24: Especialista dá dicas de como gerenciar grande prêmio

Se tornar milionário é o sonho de muitas pessoas e algumas delas conseguem assim, de...
Economia
Salário mínimo em 2025 poderá ser de R$ 1.502, prevê governo Lula

Salário mínimo em 2025 poderá ser de R$ 1.502, prevê governo Lula

Caso o aumento seja confirmado, o novo salário terá uma alta de 6,37% em relação ao...
Economia
Política de crédito impulsiona crescimento econômico em 2024, avalia presidente do Sindicato dos Bancários

Política de crédito impulsiona crescimento econômico em 2024, avalia presidente do Sindicato dos Bancários

Ele destacou a importância de ajustes na taxa básica de juros, a taxa Selic, para estimular...