Brasil

IBGE: Extrema pobreza bate recorde no Brasil em dois anos de pandemia

Entre 2020 e 2021, número de pessoas vivendo em situação de miséria teve salto de quase 50% no país. No mesmo período, três entre cada dez brasileiros passaram a viver abaixo da linha da pobreza.

02/12/2022 13h53
IBGE: Extrema pobreza bate recorde no Brasil em dois anos de pandemia
Foto: IBGE

A pandemia da covid-19 fez disparar a pobreza no Brasil. Dados divulgados nesta sexta-feira (2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, em 2021, o número de brasileiros vivendo abaixo da linha da pobreza aumentou 22,7% na comparação com 2020. Já o número de pessoas em situação de extrema pobreza saltou 48,2% no mesmo período.

Os dois aumentos foram recordes, segundo o IBGE. Desde 2012, o país nunca havia registrado um avanço tão grande da pobreza e, sobretudo, da extrema pobreza. Em números absolutos, 11,6 milhões de brasileiros passaram a viver abaixo da linha da pobreza. Outros 5,8 milhões passaram a viver em condições de extrema pobreza.

Com esse crescimento, o Brasil passou a ter 62,5 milhões de pessoas abaixo da linha da pobreza, dos quais 17,9 milhões eram extremamente pobres. Isso equivale a dizer que 29,4% da população do Brasil estava pobre e 8,4%, extremamente pobre.

Ou seja, entre cada 10 brasileiros, aproximadamente três viviam abaixo da linha da pobreza e um em condição de extrema pobreza.

Critérios
Pelos critérios do Banco Mundial, são consideradas extremamente pobres as famílias que dispõem de menos de US$ 1,90 por dia para viver, valor que correspondia, em 2021, a uma renda per capita mensal de R$ 168.

Já as famílias classificadas como pobres são aquelas que têm menos de US$ 5,50 por dia para garantir a sobrevivência de todos que vivem no mesmo domicílio, o que equivalia a uma renda mensal per capita de R$ 486.

Nordeste lidera a extrema pobreza
De acordo com o levantamento do IBGE, foi nas regiões Norte e Nordeste que a pobreza teve o maior avanço. A situação mais grave, no entanto, é a do Nordeste, que concentra mais da metade das pessoas extremamente pobres do país.

Quase metade dos pobres do país também vivia no Nordeste em 2021.

“Com exceção de Rondônia e Tocantins, a incidência da pobreza nas regiões Norte e Nordeste atingiu mais de 40% de suas populações em 2021”, destacou o IBGE.

*Portal G1.Globo

Comentários

Leia também

Brasil
Servidores do INSS decidiram iniciar greve em todo país a partir desta quarta-feira

Servidores do INSS decidiram iniciar greve em todo país a partir desta quarta-feira

Segundo representantes dos servidores, ainda não há um balanço de adesão, mas a expectativa...
Brasil
PF deflagra operação contra fraudes à Caixa envolvendo Auxílio Emergencial

PF deflagra operação contra fraudes à Caixa envolvendo Auxílio Emergencial

A ação resulta de uma apuração da PF em parceria com a Caixa que iniciou em abril de...
Brasil
Associada de Dourados é a ganhadora do prêmio de R$ 15 mil da promoção Investe, Poupa e Ganha do Sicredi

Associada de Dourados é a ganhadora do prêmio de R$ 15 mil da promoção Investe, Poupa e Ganha do Sicredi

O prêmio por cooperativa é referente ao segundo sorteio realizado dia 26 de junho