Brasil

IBGE: Crescimento da pobreza registra recorde e atinge mais de 62 milhões de brasileiros

A pesquisa foi divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

03/12/2022 16h27
IBGE: Crescimento da pobreza registra recorde e atinge mais de 62 milhões de brasileiros
Foto: Reprodução / EBC

A taxa de crescimento da população abaixo da linha da pobreza atingiu feito recorde e atingiu 29,4% dos brasileiros, chegando a 62,5 milhões de pessoas em 2021, sendo o maior patamar desde o início da série histórica, em 2012. A pesquisa foi divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além disso, segundo a CNN, 8,4% da população, cerca de 17,9 milhões estão em situação de extrema pobreza. Entre 2020 e 2021, o número de pessoas abaixo da linha de pobreza cresceu em 11,6 milhões; o de extrema pobreza, 5,8 milhões.

Os critérios para definição das ditas “linhas” de pobreza e extrema pobreza são definidos pelo Banco Mundial. No primeiro grupo, são considerados rendimentos per capita mensais de US$ 5,50, dentro da lógica da paridade de poder de compra — ou seja, quanto cada moeda pode comprar em termos internacionais. No Brasil, equivale a R$ 486.

A linha de extrema pobreza já é de US$ 1,90, ou R$ 168 mensais per capita.

BAHIA

A extrema pobreza na Bahia cresceu 41,8% desde dezembro de 2018. Só nos últimos dois meses, de agosto para cá, o número de famílias nessa faixa social saiu de 2,54 milhões para 2,62 milhões no estado (veja mais aqui).

O secretário estadual da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (JDHDS), Carlos Martins, afirma que o desastre social vivido pela Bahia é resultado direto da política praticada pelo governo federal, sob o comando do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Comentários

Leia também

Brasil
Cantor sertanejo Chrystian, ex-dupla de Ralf, morre aos 67 anos

Cantor sertanejo Chrystian, ex-dupla de Ralf, morre aos 67 anos

Cantor enfrentava problemas de saúde relacionados a um rim policístico, condição caracterizada...
Brasil
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 53 milhões em próximo sorteio

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 53 milhões em próximo sorteio

Ninguém acertou as seis dezenas no concurso do último sábado (15)
Brasil
Justiça Federal de Porto Alegre suspende leilão para compra de arroz importado

Justiça Federal de Porto Alegre suspende leilão para compra de arroz importado

Aquisição é para conter preço do alimento, que subiu em até 40%; ainda cabe recurso...