Feira de Santana

Grupo planeja construção de Hospital Geral em Feira de Santana

O prédio do Hospital Mater Dei foi escolhido para o novo empreendimento

27/07/2022 09h32
Grupo planeja construção de Hospital Geral em Feira de Santana
Foto: Divulgação

A cidade de Feira de Santana ganhará outros investimentos na área de saúde. A informação é do empresário do Grupo Nobre, Jodilton Souza, que possui empreendimentos na Saúde, Educação, Esportes, Lazer e Agropecuária na cidade. O primeiro investimento anunciado por Jodilton é a transformação do HTO, que foi adquirido pelo grupo recentemente, em um hospital geral.

Segundo ele, o o Instituto Nobre de Cardiologia (Incardio) será transferido para o HTO após o encerramento do contrato com a Santa Casa de Misericórdia de Feira de Santana.

“Eu tinha um contrato com a Santa Casa, do Incardio, que está vencendo agora e através novo provedor, eles resolveram fazer uma série de mudanças e usar a UTI pra todas as especialidades e como está vencendo o contrato nós ficaremos na administração até o 31 de dezembro e a partir daí vamos buscar outras alternativas. Por isso que nós resolvemos comprar o HTO, estamos reformando e o transformando em um hospital geral, onde vamos abrir o pronto atendimento 24 horas e vamos implantar o Incardio, ou seja, a parte de cardiologia.”

Outra novidade é a compra do Hospital Marte Dei pela União Médica, plano de saúde que tem o Grupo Nobre como o maior acionista. De acordo com o empresário no local será construído um hospital geral.

“Como a gente faz parte da direção da União Médica e somos hoje o maior acionista da União Médica, eles compraram a Mater Dei e chegamos a conclusão que lá também vai dar para fazer um hospital geral, porque o espaço é muito bom e já funcionava um hospital com corredores adequados, centro cirúrgico, UTI, ele foi hospital de campanha. Então nós iremos fazer um hospital, possivelmente com o nome da Mater Dei, e que seja usado como a verticalização da União Médica.”

Com relação a um dos últimos investimentos anunciados pelo Grupo Nobre, o prédio Amayo, Jodilton explicou que a possibilidade de transformá-lo em um hospital geral ainda é analisada, devido as reformas que o local terá que passar.

“O Amayo nós estamos em processo de o que vai acontecer, porque porque como lá foi construído pra ser uma Apart hotel, para transformar em um hospital existe uma demanda muito grande que é ampliar os corredores do corredor, mas estamos conversando com a família de Oyama vendo a possibilidade de acontecer ou não.”

Com todos esses empreendimentos sendo planejados, Jodilton afirmou que os hospitais buscam atender também a comunidade acadêmica, alimentando o sonho da implantação do curso de medicina no Grupo Nobre.

“O Grupo Nobre terá alguns hospitais para atender a minha comunidade acadêmica, porque a gente sonha em ter o curso de medicina, e também para atender a nossa cidade, porque os dois maiores hospitais que nós tínhamos agora pertence a grandes grupos.”

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Pablo Roberto recebe homenagem da Escola João Paulo I: “Gente que faz Feira crescer”

Pablo Roberto recebe homenagem da Escola João Paulo I: “Gente que faz Feira crescer”

A homenagem faz parte do projeto VIVENDO FEIRA: ONTEM, HOJE E SEMPRE
Feira de Santana
Vereador denuncia mazelas que atingem os rios Jacuípe, Paraguaçu e lago Pedra do Cavalo

Vereador denuncia mazelas que atingem os rios Jacuípe, Paraguaçu e lago Pedra do Cavalo

A última chuva que aconteceu em Feira de Santana levou mais de 200 mil quilos de lixo...
Feira de Santana
Crianças de seis meses a dois anos sem comorbidades podem ser vacinadas contra Covid-19

Crianças de seis meses a dois anos sem comorbidades podem ser vacinadas contra Covid-19

A vacinação segue enquanto durar o estoque de 1.880 doses