Bahia

Governo federal usa R$ 89,8 mi em tratores para aliados; Bahia é maior beneficiada

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, o recurso deveria ser direcionado para mitigar o impacto da pandemia da Covid-19 em comunidades pobres

23/05/2022 11h54
Governo federal usa R$ 89,8 mi em tratores para aliados; Bahia é maior beneficiada
Foto: Divulgação MDR

Usando uma verba do Ministério da Cidadania, em uma ação voltada a famílias de extrema pobreza da zona rural, a gestão Bolsonaro destinou R$ 89,8 milhões para a compra de tratores para aliados políticos. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, o recurso deveria ser direcionado para mitigar o impacto da pandemia da Covid-19 em comunidades pobres. 

Em junho de 2021, o Tribunal de Contas da União autorizou que sobras de orçamento resultantes da transição do programa Bolsa Família para o Auxílio Brasil pudessem ser liberadas. No entanto, havia uma condição: que o dinheiro fosse direcionado “exclusivamente ao custeio de despesas com enfrentamento do contexto da calamidade relativa à pandemia de Covid-19 e de seus efeitos sociais e econômicos e que tenham a mesma classificação funcional da dotação cancelada ou substituída”. 

As compras do maquinário agrícola, porém, não tem relação com Covid e são compras de investimentos, não de custeio. 

Em março, o ex-ministro João Roma assinou a portaria 755, que instituiu uma chamada Estrutura de Mecanização Agrícola (MAG-SAN) no Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan). Segundo a portaria, “o objetivo específico do MAG-SAN é prover a infraestrutura mecânica para famílias inscritas no CadÚnico e que possuam domicílio rural”.

O ato diz que os equipamentos devem ser usados para ações como preparo do solo, semeadura, plantio, aplicação de adubos e fertilizantes.

A reportagem da Folha de S. Paulo ouviu o professor Silvio Porto, da Universidade Federal do Recôncavo Baiano e diretor de sistemas alimentares e agroecologia do Instituto Fome Zero. Ele considerou o investimento incoerente com as necessidades das famílias do CadÚnico e com as realidades locais, já que nem há espaço para elas usarem o maquinário adquirido.

Ainda de acordo com a Folha, o maior beneficiado em quantidade de equipamentos comprados foi a Bahia, estado do próprio ex-ministro da Cidadania João Roma, aliado de Bolsonaro e pré-candidato ao governo do estado. Ao jornal, Roma negou irregularidades.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Bahia
Bahia lidera entre estados do Nordeste na geração de empregos formais em agosto

Bahia lidera entre estados do Nordeste na geração de empregos formais em agosto

Segundo o Novo Caged, o estado ficou com um saldo positivo de 17.416 novos postos abertos...
Bahia
Ao todo, 67 crimes eleitorais foram registrados no estado da Bahia neste domingo

Ao todo, 67 crimes eleitorais foram registrados no estado da Bahia neste domingo

Apenas quatro destas ocorrências foram registradas na Região Metropolitana de Salvador...
Bahia
“Nós reafirmamos que a Bahia tem lado”, diz Jerônimo Rodrigues sobre resultado do 1º turno

“Nós reafirmamos que a Bahia tem lado”, diz Jerônimo Rodrigues sobre resultado do 1º turno

Candidato do PT deu entrevista após apuração de votos neste domingo (2)