Política

“Governo federal ou estadual nunca decidiu a eleição para prefeito de Feira de Santana”, afirma José Ronaldo

O ex-prefeito enfatizou que a cidade de Feira de Santana tem uma tradição de escolher seus líderes de forma independente.

10/07/2024 19h12
“Governo federal ou estadual nunca decidiu a eleição para prefeito de Feira de Santana”, afirma José Ronaldo
Foto: De Olho na Cidade

Na série especial com os pré-candidatos a prefeito de Feira de Santana, o De Olho na Cidade conversou com o pré-candidato e ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho (União Brasil) que falou sobre os desafios que enfrentará na próxima eleição, destacando a importância da autonomia do eleitorado feirense.

José Ronaldo comentou sobre a influência dos governos estadual e federal nas eleições municipais, afirmando que historicamente essa interferência nunca foi decisiva em Feira de Santana.

“Historicamente posso afirmar que o governo ou estadual nunca decidiu a eleição para prefeito de Feira de Santana. Com todo respeito ao governo federal, com todo o respeito ao governo estadual, mas o povo de Feira de Santana escolhe os seus candidatos de forma livre e soberana. Quem escolhe é Feira. Nunca nenhum chefe político fora desta terra decidiu a eleição nesta terra”, disse Ronaldo.

Ele deu exemplos de figuras políticas influentes que não conseguiram impactar o resultado das eleições em Feira de Santana.

“Antônio Carlos Magalhães, governador, presidente do Congresso Nacional, cheio de prestígio no Brasil, mas não decidiu a eleição em Feira de Santana. João Durval perdeu a eleição de prefeito com o apoio de Antônio Carlos Magalhães num governo indireto.”

Ronaldo destacou sua experiência como prefeito e as dificuldades que superou durante seu mandato, mesmo sem apoio do governo estadual.

“Eu era prefeito de Feira de Santana em 2001 e 2006, e o candidato que apoiei para governador, Paulo Souto, perdeu a eleição. Meus adversários espalhavam que eu estava morto politicamente, mas me superei e fiz um governo melhor ainda. Fui reeleito com um percentual de votos muito maior nas eleições seguintes.”

O ex-prefeito enfatizou que a cidade de Feira de Santana tem uma tradição de escolher seus líderes de forma independente.

“Feira de Santana sabe quem ela quer. Ela sempre demonstrou isso. Eu escolho o meu prefeito, escolho o meu governador, escolho o meu presidente. Na última eleição, Lula ganhou em Feira, mas o governador mais votado foi ACM Neto com quase 60% dos votos.”

Quando questionado sobre a possibilidade de polarização política na próxima eleição, José Ronaldo foi categórico: “Nunca houve isso em Feira e não vai acontecer. Feira decide. Feira é livre. Antes de você nascer, já existiam eleições em Feira de Santana onde candidatos sem apoio de grandes líderes políticos venciam.”

Ele relembrou a eleição de Chico Pinto na década de 60 como um exemplo de autonomia do eleitorado feirense. “Chico Pinto ganhou uma eleição apertadíssima, não tinha prefeito amigo, governador amigo, nada disso. Feira de Santana é uma cidade livre.”

Para José Ronaldo, a história de Feira de Santana é marcada pela independência e soberania de seu povo na escolha de seus representantes. “A história mostra isso. Feira é um povo livre e sempre será.”

Comentários

Leia também

Política
Ramagem presta mais de sete horas de depoimento nas investigações da Abin

Ramagem presta mais de sete horas de depoimento nas investigações da Abin

A oitiva acontece após o ministro Alexandre de Moraes derrubar o sigilo da gravação...
Política
Em carta aberta, Pablo Roberto anuncia retirada de pré-candidatura à Prefeitura de Feira de Santana

Em carta aberta, Pablo Roberto anuncia retirada de pré-candidatura à Prefeitura de Feira de Santana

Desde a última terça-feira (16), o assunto repercutiu na imprensa feirense, mas ainda...
Política
Prazo para Partidos e Federações realizarem convenções partidárias inicia neste sábado (20)

Prazo para Partidos e Federações realizarem convenções partidárias inicia neste sábado (20)

No período, que vai até 5 de agosto, as agremiações devem deliberar sobre suas coligações...