Feira de Santana

Governo do Estado e representantes culturais discutem valorização cultural na Micareta de Feira 2024

O secretário Bruno Monteiro anunciou que na próxima terça-feira o governador Jerônimo Rodrigues estará presente em Feira de Santana para anunciar os investimentos totais do estado na Micareta

02/04/2024 20h09
Governo do Estado e representantes culturais discutem valorização cultural na Micareta de Feira 2024
Foto: Rafael Marques

Na tarde desta terça-feira (2), no Centro de Cultura Amélio Amorim, representantes do governo estadual e líderes de grupos culturais de Feira de Santana se reuniram para debater formas de promover a valorização dos grupos afros e culturais na Micareta de Feira 2024. O encontro contou com a presença do secretário de Cultura do Estado da Bahia, Bruno Monteiro, e do deputado federal Zé Neto, entre outros participantes.

O secretário Bruno Monteiro destacou a importância de incluir a diversidade cultural na maior festa da cidade, enfatizando os esforços do estado em mediar essas discussões.

Foto: Rafael Marques

“A discussão sobre a Micareta visa trazer à tona a diversidade cultural e fortalecer a maior festa da cidade. O Estado está empenhado em mediar esse processo, já tendo realizado o edital Ouro Negro, selecionando dezesseis entidades afro. Além disso, estamos finalizando a programação oficial do Estado, juntamente com toda a estrutura necessária para o evento. É crucial ouvir o setor cultural para garantir que a festa dialogue com a realidade da cidade. A Micareta não só celebra a cidade, mas também impulsiona sua economia, beneficiando setores como a rede hoteleira, restaurantes e bares. Portanto, é fundamental que o setor produtivo da cidade participe desse movimento, assegurando que a festa seja um sucesso e esteja alinhada com as expectativas e necessidades da comunidade.”

Além disso, o secretário anunciou que na próxima terça-feira o governador Jerônimo Rodrigues estará presente em Feira de Santana para anunciar os investimentos totais do estado na Micareta, que vão além do apoio cultural, englobando também estrutura de segurança, saúde e apoio turístico.

Apesar da ausência de representantes da prefeitura na reunião, o secretário se mostrou aberto ao diálogo com a gestão municipal.

“Estamos à disposição da prefeitura para contribuir no que for necessário. A micareta é de interesse de todos e estamos dispostos a somar esforços para garantir o sucesso do evento”, declarou.

O deputado federal Zé Neto ressaltou a importância de ouvir todas as partes envolvidas e promover uma festa inclusiva. “É preciso ouvir mais e construir uma festa que atenda a diversidade cultural da cidade, incluindo também os distritos”, afirmou Zé Neto.

Foto: Rafael Marques

Durante o encontro, foram discutidas propostas para melhorar a organização da Micareta, como a retomada do trio bate-volta e o envolvimento dos distritos na festa. Zé Neto também enfatizou a necessidade de um investimento planejado e contínuo, visando não só o aspecto cultural, mas também o retorno econômico para a região.

“Assim como no Carnaval de Salvador, a Micareta de Feira tem o potencial de gerar um retorno econômico significativo. Para isso, é fundamental um investimento bem planejado e uma construção coletiva que envolva todos os setores da sociedade”, concluiu o deputado.

O vereador Petrônio Lima, que também esteve presente no encontro, expressou sua preocupação com o cenário cultural da cidade. Ele ressaltou a importância de um maior investimento na cultura de Feira de Santana, não apenas durante a Micareta, mas ao longo de todo o ano.

Foto: Nau Valença

“Como representante da cultura em Feira de Santana, me eleito no meio da cultura desde 2000, 24 anos fazendo, tentando produzir Feira de Santana, que é muito difícil. Diversos artistas nos acompanham, dou força àqueles que realmente às vezes têm uma certa dificuldade e assim, a gente vê a cultura de Feira de Santana desfavorecida no aspecto de investimento tanto do município, do Estado, federal também. Então a gente precisa de uma maior fomentação na cultura de Feira de Santana. A gente não veio aqui por partidarismo, porque se fosse por questão de sigla partidária não estaria aqui, até porque o pessoal faz a oposição a eles. Vi com bons olhos a parte do Secretário de Cultura do Estado vim até aqui, mas também a gente sabe que os artistas, a cultura de Feira de Santana não é só na Micareta, onde é um evento que traz uma grande visibilidade para quem quer expor sua marca, para quem quer se divulgar, para quem quer aparecer, mas precisamos de uma fomentação durante todo o ano.”

A próxima semana promete ser marcada pelo anúncio oficial dos investimentos do estado na Micareta de Feira.

*Com informações de Nau Valença e do repórter Rafael Marques

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Feira de Santana está entre as oito cidades da Bahia com menor índice de analfabetismo

Feira de Santana está entre as oito cidades da Bahia com menor índice de analfabetismo

A cidade tinha uma taxa de analfabetismo de 8% em 2010, que diminuiu para 6% em 2022.
Feira de Santana
Projeto que flexibiliza carga e descarga em avenida de Feira de Santana é aprovado

Projeto que flexibiliza carga e descarga em avenida de Feira de Santana é aprovado

O projeto surge como uma resposta às demandas dos comerciantes que têm enfrentado dificuldades...
Feira de Santana
Parque de Exposição vai sediar Expo Portal em junho

Parque de Exposição vai sediar Expo Portal em junho

O Parque de Exposições está passando pelo processo de revitalização e recuperação...