Brasil

Governador do Rio Grande do Sul decreta estado de calamidade pública

Decreto foi publicado na noite desta quarta-feira (1º) em edição extra do Diário Oficial

02/05/2024 09h45
Governador do Rio Grande do Sul decreta estado de calamidade pública
Foto: Maiquel Moura/Defesa Civil

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) decretou estado de calamidade pública após mais de 100 municípios do estado serem impactados por temporais. O decreto foi publicado ainda na noite desta quarta-feira (1º)  em edição extra do Diário Oficial e deve permanecer em vigor por 180 dias.

A medida foi tomada considerando a “ocorrência no território do Estado do Rio Grande do Sul, entre os dias 24 de abril e 1 o de maio de 2024, de eventos climáticos como chuvas intensas, alagamentos, granizo, inundações, enxurradas e vendavais”, diz trecho publicado. A severidade dos temporais foram caracterizados como desastres de Nível III, com danos e prejuízos substanciais.

Segundo o  Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o volume de chuvas que atingiu o território nos últimos quatro dias equivale a três vezes a média esperada para o período do ano. Até o momento 10 pessoas foram mortas e outras 21 estão desaparecidas devido aos temporais, segundo informações divulgadas pela Defesa Civil na quarta-feira).

Com a situação, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) visita nesta quinta-feira, ao lado de uma comitiva de ministro, o estado. O mandatário chegou a se pronunciar ainda nesta semana sobre os acidentes causados pelas chuvas. 

“Conversei por telefone com o governador gaúcho, Eduardo Leite, e coloquei o governo federal à disposição do Rio Grande do Sul que novamente sofre com as fortes chuvas. Falei com os ministérios da Integração, da Defesa e com o ministro Paulo Pimenta e, no que for necessário, governo federal irá se somar aos esforços do governo estadual e prefeituras para atravessarmos e superarmos mais esse momento  difícil, reflexos das mudanças climáticas que afetam o planeta”, publicou  Lula no  X, antigo Twitter.

*Com informações Metro 1

Comentários

Leia também

Brasil
Mega-Sena acumula, e prêmio estimado para terça-feira é de 95 milhões

Mega-Sena acumula, e prêmio estimado para terça-feira é de 95 milhões

Acertadores da quina foram 126, e caberá a cada um R$ 45,7 mil
Brasil
Parada LGBT+ de SP chama atenção para a política

Parada LGBT+ de SP chama atenção para a política

Público chega cedo à Paulista e resgata o verde-amarelo
Brasil
Justiça Eleitoral abre concurso com salários a partir de R$ 8 mil

Justiça Eleitoral abre concurso com salários a partir de R$ 8 mil

Inscrições serão abertas na próxima terça (4). Provas vão ser aplicadas em 22 de...