Brasil

Governador do Rio Grande do Sul decreta estado de calamidade pública

Decreto foi publicado na noite desta quarta-feira (1º) em edição extra do Diário Oficial

02/05/2024 09h45
Governador do Rio Grande do Sul decreta estado de calamidade pública
Foto: Maiquel Moura/Defesa Civil

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) decretou estado de calamidade pública após mais de 100 municípios do estado serem impactados por temporais. O decreto foi publicado ainda na noite desta quarta-feira (1º)  em edição extra do Diário Oficial e deve permanecer em vigor por 180 dias.

A medida foi tomada considerando a “ocorrência no território do Estado do Rio Grande do Sul, entre os dias 24 de abril e 1 o de maio de 2024, de eventos climáticos como chuvas intensas, alagamentos, granizo, inundações, enxurradas e vendavais”, diz trecho publicado. A severidade dos temporais foram caracterizados como desastres de Nível III, com danos e prejuízos substanciais.

Segundo o  Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o volume de chuvas que atingiu o território nos últimos quatro dias equivale a três vezes a média esperada para o período do ano. Até o momento 10 pessoas foram mortas e outras 21 estão desaparecidas devido aos temporais, segundo informações divulgadas pela Defesa Civil na quarta-feira).

Com a situação, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) visita nesta quinta-feira, ao lado de uma comitiva de ministro, o estado. O mandatário chegou a se pronunciar ainda nesta semana sobre os acidentes causados pelas chuvas. 

“Conversei por telefone com o governador gaúcho, Eduardo Leite, e coloquei o governo federal à disposição do Rio Grande do Sul que novamente sofre com as fortes chuvas. Falei com os ministérios da Integração, da Defesa e com o ministro Paulo Pimenta e, no que for necessário, governo federal irá se somar aos esforços do governo estadual e prefeituras para atravessarmos e superarmos mais esse momento  difícil, reflexos das mudanças climáticas que afetam o planeta”, publicou  Lula no  X, antigo Twitter.

*Com informações Metro 1

Comentários

Leia também

Brasil
Fila de espera do Bolsa Família atinge recorde de quase 700 mil famílias aguardando benefício

Fila de espera do Bolsa Família atinge recorde de quase 700 mil famílias aguardando benefício

Governo enfrenta dificuldades para atender demanda do Bolsa Família com orçamento limitado...
Brasil
Bolsa Família: pagamentos começam nesta quinta-feira (18)

Bolsa Família: pagamentos começam nesta quinta-feira (18)

O município baiano de Vitória da Conquista está com o sistema suspenso por instabilidade...
Brasil
Número de motoristas com problema de visão cresce quase 80% em 10 anos, aponta levantamento

Número de motoristas com problema de visão cresce quase 80% em 10 anos, aponta levantamento

Total passou de 14,4 milhões, em 2014, para 25,4 milhões, em 2024