Bahia

Governador destaca presença de 11 milhões de pessoas durante o Carnaval 2024

Ele afirmou que o sentimento é de dever cumprido.

14/02/2024 11h42
Governador destaca presença de 11 milhões de pessoas durante o Carnaval 2024
Fotos: Alberto Maraux/ Ascom SSP

Nesta quarta-feira de cinzas (14), o governador Jerônimo Rodrigues avaliou positivamente as ações realizadas durante o Carnaval de 2024. Ele destacou a presença do grande público e também pontos que devem ser reavaliados como a organização dos circuitos. Ele afirmou que o sentimento é de dever cumprido.

“Quando a gente chega nesse momento e a sensação, o sentimento de dever cumprido e quando a missão é cumprida com bons números, nós celebramos ainda com mais alegria, porque os números são muito gratificantes para nós, acaba sendo o reconhecimento daquilo que nós fizemos antes e durante o Carnaval. Você vê que até a própria confluência do tempo, as chuvas que caíram não causaram transtornos, acalmaram, inclusive, as nossas energias para a gente poder assim renovar. Então aqui hoje eu quero já agradecer pela manhã a minha equipe toda, agradeci de coração e também agradeço a cada ambulante, cada catador, cada restaurante, hotel, pousada, taxista, motoboy, uber, cada um que ganhou o seu dinheiro, mas fez o papel de recepcionista do Estado da Bahia.” Disse.

O governador destacou o número de 11 milhões de pessoas que passaram pelos portais de acesso da festa durante os seis dias de folia.

“Nós fizemos o carnaval, fizemos a nossa parte do carnaval. Temos que fazer uma avaliação profunda sobre alguns temas, os tratos com os ambulantes, nós temos que enfrentar isso, nós temos outra responsabilidade, vocês viram o fechamento do circuito feito por orientação do corpo de bombeiros no primeiro dia, no encontro dos trios, e novamente aqui no circuito Ondina, há três dias atrás, no sábado, quando houve atraso de trios ou trios quebrados, que o circuito não andava, não se movimentava e ontem também no Pelourinho, mais uma vez pela grande quantidade de pessoas, a gente também teve que tomar decisões de segurança. Então nós precisamos rever a quantidade de pessoas nos circuitos, não é proibir que as pessoas vejam, são os governos tomarem decisões de rever circuitos, não de suspender circuitos, a quantidade de pessoas chegaremos com arrastão a 11 milhões de pessoas que passaram pelos portais, então isso requer a organização do carnaval e nós nos sentimos com essa responsabilidade de rever circuitos.” Destaca.

A segurança pública foi comentada pelo chefe de estado ao comentar s dois casos de estupro coletivo registrados durante o Carnaval de Salvador. O gestor relatou estar dando total apoio às vítimas do caso, além de ressaltar que juntamente com a Polícia Civil está tentando colher a maior quantidade de informações sobre o caso para identificar os autores do crime. 

“A área da segurança pública é realmente um tema sutil, delicado, mas também temos a área da saúde que a estrutura estava pronta e, graças a Deus, ficou subutilizada e da mesma forma com respeito às mulheres sou solidário às duas mulheres que foram estupradas no circuito, às suas famílias. A segurança pública está cuidando, está zelando para encontrar aqueles que cometeram esse crime e assim entregar justiça a essas pessoas. Nós demos todo o suporte que o estado poderia dar, o afeto, a atenção psicológica, área de saúde, tudo. Qualquer informação que diz respeito à integridade e a respeito a elas, nós guardaremos em pactuação com a ética, mas aquilo que foi preciso a gente dizer, manifestar o nosso repúdio, àqueles que vêm para uma festa como essa cometer crime, a gente tem que oferecer a justiça, o presídio ou a delegacia, em caso de polícia, nós entregaremos a ela.”

O Carnaval no interior também foi pauta do balanço ao citar a visita ao município de Cândido Salles.

Ontem eu tive um sentimento tão forte quando fui na comunidade de Porto, no município de Cândido Salles, um Carnaval da zona rural e ali as pessoas brincando, seguindo vestindo a ordem de grandeza do Carnaval também no interior. As pessoas fazem um Carnaval com muita tranquilidade e lá novamente eu vi a presença da Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros, SESAB, Cultura, Turismo, tudo misturado, fazendo aquilo que nós queremos.

Comentários

Leia também

Bahia
Bombeiros da Bahia recuperam mais um corpo de vítima das enchentes no RS

Bombeiros da Bahia recuperam mais um corpo de vítima das enchentes no RS

Cadáver foi localizado sob escombros no município de Roca Sales, no Vale do Taquari ...
Bahia
Salvador sedia pela primeira vez o Método CIS, maior evento de inteligência emocional do mundo

Salvador sedia pela primeira vez o Método CIS, maior evento de inteligência emocional do mundo

O Método CIS em Salvador representa não apenas uma oportunidade de crescimento pessoal,...
Bahia
Morre mais antiga ceramista do Brasil, Dona Candu, aos 104 anos

Morre mais antiga ceramista do Brasil, Dona Candu, aos 104 anos

Dona Candu se dedicou durante 90 anos pela arte produzida no distrito de Coqueiros, localizado...