Política

Flávio Bolsonaro ‘entra em campo’ para tentar barrar CPI do MEC

Filho do presidente vai reforçar articulação do líder do governo, que está de Covid-19, centrando argumentação na proximidade eleitoral

28/06/2022 11h05
Flávio Bolsonaro ‘entra em campo’ para tentar barrar CPI do MEC
Foto: Arquivo/Agência Brasil

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) entra em campo nesta terça-feira (27) em nova investida para barrar a abertura de uma CPI do MEC no legislativo. Segundo reportagem de O Globo, o filho do presidente e coordenador da campanha à reeleição do pai vai reforçar a alegação de que a proximidade com as eleições atrapalharão as investigações, que já está sendo feitas pela Polícia Federal e Controladoria Geral da União.

Flávio Bolsonaro vai reforçar as articulações também porque o líder do governo, Carlos Portinho (PL-RJ) testou positivo para a Covid-19. A expectativa entre os aliados de Bolsonaro era de que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), não levasse a CPI adiante por causa do calendário eleitoral, mas o parlamentar do PSD sinalizou na segunda-feira (27) que vai ler o requerimento e instalar o colegiado, caso o requerimento cumpra os requisitos legais.

Como fato determinado, a CPI do MEC – caso seja criada – deve se debruçar nas denúncias de favorecimento a dois pastores durante a gestão de Mílton Ribeiro, preso preventivamente na semana passada como resultado desta acusação.

Pelo lado da oposição, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) conseguiu 28 assinaturas ao pedido de abertura do inquérito,sendo necessárias pelo menos 27. A proposta pode ser apresentada ainda nesta terça-feira (28). A base do governo tenta convencer alguns senadores a retirar este apoio. Alexandre Giordano (MDB-SP) vai manter a assinatura. A situação também tenta convencer Eduardo Braga (MDB-AM) a reverter a posição favorável à CPI.

*Babia.ba

Comentários

Leia também

Política
Defesa de Bolsonaro entra com ação no STF para anular investigação sobre joias

Defesa de Bolsonaro entra com ação no STF para anular investigação sobre joias

A defesa do ex-presidente considera que a forma como a apuração foi instaurada pelo ministro...
Política
Moraes nega pedido de Bolsonaro para adiar depoimento à PF

Moraes nega pedido de Bolsonaro para adiar depoimento à PF

Segundo o ministro do STF, não compete ao investigado 'escolher a data e horário de seu...
Política
Israel declara Lula persona non grata, após ele comparar situação de Gaza ao holocausto

Israel declara Lula persona non grata, após ele comparar situação de Gaza ao holocausto

Ministro de Relações Exteriores classificou fala de Lula como ‘grave ataque antissemita’ ...