Mundo

Fila de espera para tirar visto americano se aproxima de 500 dias em consulados brasileiros

São Paulo tem a lista mais longa do país

22/01/2023 08h24
Fila de espera para tirar visto americano se aproxima de 500 dias em consulados brasileiros
Foto: Reprodução

Chegou a 511 dias o tempo de espera para agendar uma entrevista para a primeira emissão do vista americano de turismo ou negócios em São Paulo. Quem tem o documento vencido há menos de quatro anos e precisa renová-lo deve esperar por 43 dias na fila. O escritório paulista tem a fila mais longas no Brasil atualmente.

Segundo consulados com maior demora, em Brasília, o tempo de espera para emissão dos papéis é de 434 dias. A renovação, no momento, leva 20 dias. No Rio de Janeiro, são 429 e 20 dias, respectivamente; no Recife, 361 e 3. Já Porto Alegre, escritório com menor espera para primeira emissão, são 301 dias para agendar a entrevista e 22 para renovar o visto.

O aumento do tempo de agendamento é um efeito direto da pandemia de Covid-19. No período de restrições mais severas, os EUA pararam de emitir a autorização de entrada para estrangeiros em casos não emergenciais. A demora tem impactado no funcionamento de missões diplomáticas.

“Desde a retomada pós-pandemia do processamento regular de vistos, a embaixada e os consulados no Brasil têm trabalhado ativamente para contratar e treinar funcionários adicionais”, afirmou o Departamento de Estado, em nota.

O órgão aumentou o número de horas e dias de atendimentos para dar conta da demanda represada, além de ter ampliado o prazo de renovação para 48 meses. Nesses casos, o solicitante que tem um visto vencido há menos de quatro anos não precisa fazer uma nova entrevista.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Mundo
Deslizamento de terra no Peru deixa ao menos 30 mortos e 12 mil desabrigados

Deslizamento de terra no Peru deixa ao menos 30 mortos e 12 mil desabrigados

Há probabilidade de que o número de mortos aumente em regiões onde há mineradoras
Mundo
Número de mortos após terremoto na Turquia e na Síria chega a 3,8 mil

Número de mortos após terremoto na Turquia e na Síria chega a 3,8 mil

Depois do terremoto foram registradas ainda cerca de 50 abalos, entre elas um de magnitude...
Mundo
Sobe para 2,2 mil o número de mortes causadas pela terremoto na Síria e Turquia

Sobe para 2,2 mil o número de mortes causadas pela terremoto na Síria e Turquia

Centenas de vítimas ainda podem estar sob os escombros, principalmente nas pequenas vilas...