Feira de Santana

Feira de Santana e Lauro de Freitas receberão quase R$ 7 milhões em investimentos para implantação de indústrias

A expectativa é que cerca de 200 empregos sejam criados

06/08/2022 06h04
Feira de Santana e Lauro de Freitas receberão quase R$ 7 milhões em investimentos para implantação de indústrias

Feira de Santana e Lauro de Freitas receberão R$ 6,8 milhões em investimentos privados para implantação e ampliação de unidades industriais. A estimativa é que sejam criados aproximadamente 200 empregos nos dois municípios.

“A Secretaria de Desenvolvimento do Estado tem trabalhado para atrair novos negócios em diversos municípios baianos. Os investimentos privados proporcionam desenvolvimento para as regiões, emprego e renda para o povo baiano. De janeiro a julho deste ano, foram assinados 85 protocolos, com previsão de investimentos privados de R$ 28,6 bilhões e criação de 5,6 mil empregos. Atualmente, temos 459 empreendimentos incentivados em implantação ou ampliação, com previsão de investimento R$ 219,3 bilhões e previsão de gerar 44 mil vagas de trabalho”, afirma o secretário da pasta, José Nunes.

A Sousa Indústria e Comércio de Produtos Alimentícios vai investir R$ 5,2 milhões para implantar uma unidade industrial em Lauro de Freitas. A unidade será responsável pela produção de filé de salmão, com a capacidade de produção estimada em até 180 toneladas por ano e por promover a geração de 160 empregos, entre diretos e indiretos.

“A empresa tem intenção de empregar e desenvolver moderna tecnologia no processo de produção de modo a participar direta e intensamente no desenvolvimento do Estado da Bahia, além de promover o treinamento e a capacitação de mão de obra especializada, prioritariamente local, a ser aproveitada no processo fabril”, destaca Wilton Mota, Gerente Geral da Sousa Indústria.

Já em Feira de Santana, a Plasberg Indústria e Comércio de Plástico vai investir R$ 1,6 milhão na expansão da sua indústria, que fabrica utensílios plásticos de mesa e de cozinha, artigos plásticos de uso doméstico e higiene. A empresa terá o incremento na capacidade de produção de 1,4 milhão de peças por ano, além de manter os 17 empregos e gerar 36 novos postos de trabalho.

*Interior da Bahia Notícias

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Dissidentes da Aspra devem formar nova associação em Feira

Dissidentes da Aspra devem formar nova associação em Feira

A assembleia vai ocorrer no auditório do Hotel Acalanto, a partir das 19h30.
Feira de Santana
Professores da rede municipal protestam contra cortes no salário

Professores da rede municipal protestam contra cortes no salário

Os professores cobram resposta da Secretária de Educação sobre a pauta de reivindicações...
Feira de Santana
Após pedido de relaxamento de prisão, familiares de jovens mortos em Jaíba cobram posição da justiça