Feira de Santana

Feira de Santana recebe investimento privado com instalação de duas fábricas

O município baiano de Feira de Santana vai ganhar duas unidades fabris, a Allplasfilm Indústria e Comércio de Embalagens e a Malav Indústria e Comércio de Derivados de Papel

30/05/2022 08h45
Feira de Santana recebe investimento privado com instalação de duas fábricas
Foto: Ascom/SDE

A Bahia prevê receber o investimento privado de R$ 89,6 milhões com a implantação e ampliação de 13 unidades industriais que assinaram protocolos de intenções na quinta-feira (26), com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Juntas, as 13 empresas devem criar 1,7 mil empregos diretos e indiretos, sendo oito implantações e quatro ampliações.

“Uma das prioridades para a nossa secretaria é a prospecção e atração de novos empreendimentos. Assinamos neste ato 13 protocolos de intenções com empresas de diversos segmentos que irão movimentar a economia de dez municípios, levando desenvolvimento social, além de gerar emprego e renda. Temos uma equipe preparada na SDE que oferece apoio institucional para que o empreendedor tenha todo apoio para se implantar no estado”, destaca o secretário José Nunes.

O município baiano de Feira de Santana vai ganhar duas unidades fabris, a Allplasfilm Indústria e Comércio de Embalagens, do segmento de Plásticos e Borrachas, vai investir R$ 1,1 milhão na implantação da unidade. Já a Malav Indústria e Comércio de Derivados de Papel, que deve investir R$ 45 milhões para fabricar canudos de papel e estima gerar 630 empregos, entre diretos e indiretos. A capacidade de produção será de 192 milhões de unidades por mês.

Segundo o sócio proprietário da Malav, Anderson da Silva Souza, a previsão é que a operação inicie em dezembro. “Esse projeto tem uma importância nacional. Temos um impacto muito grande dos canudos de plásticos no meio ambiente e a tendência é que, em nível de Brasil, a legislação proíba sua utilização, em alguns estados, inclusive, já é proibido. Tem ainda a questão de consciência também. No país não existe indústria de canudos de papel de pescoço, nós seremos a pioneira em fornecer aos grandes players como Pepisico, Nestlé e McDonald’s”, diz.

Fonte: Ascom/SDE

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Feirenses se reúnem para assistir ao segundo jogo do Brasil na Copa do Mundo 2022

Feirenses se reúnem para assistir ao segundo jogo do Brasil na Copa do Mundo 2022

Vários bares da cidade ficaram cheios, com famílias e grupos de amigos
Feira de Santana
Feiraguay transmite jogo do Brasil ao vivo na nesta segunda-feira (28)

Feiraguay transmite jogo do Brasil ao vivo na nesta segunda-feira (28)

Para incrementar os festejos, o evento conta com a participação do grupo de percussão...
Feira de Santana
Secretária de Saúde da Bahia e prefeito de Feira destacam importância do Congresso de Cirurgia Cardiovascular

Secretária de Saúde da Bahia e prefeito de Feira destacam importância do Congresso de Cirurgia Cardiovascular

Com a temática Inovação e Tradição, o congresso possibilitou debates entre cirurgiões...