Saúde

Especialista explica as diferenças entre Rinite e Sinusite

Com a chegada do outono, aumenta significativamente a procura nos consultórios devido às mudanças climáticas

30/04/2024 15h51
Especialista explica as diferenças entre Rinite e Sinusite

Em entrevista ao programa De Olho na Cidade (Rádio Sociedade News), a Dra. Karoline Cedraz, otorrinolaringologista, esclareceu as principais diferenças entre a rinite e a sinusite, duas condições que frequentemente geram confusão nos pacientes.

“O que é mais comum nos pacientes é chegarem no consultório e falar, doutora, eu tenho sinusite, tenho renite, tá tudo atacado, isso porque os sintomas se confundem bastante”, compartilha Dra. Karoline.

A rinite, explica a especialista, apresenta sintomas mais crônicos, como espirros, tosse e coriza associados à alergia, enquanto a sinusite se manifesta em episódios agudos, com sintomas gripais, nariz entupido e indisposição.

Em relação ao tratamento, a Dra. Karoline orienta: “Inicialmente, a rinite, por ela ser mais fraca, a gente vai se tratar somente com sintomáticos. Na maioria das vezes, se resume a isso. Já a sinusite, a gente espera em média de quatro a cinco dias para avaliar a necessidade de antibióticos”.

Para crianças, a orientação é semelhante, porém, devido à imunidade ainda em desenvolvimento, pode ser necessário um tratamento mais frequente e, em alguns casos, profilático.

Com a chegada do outono, aumenta significativamente a procura nos consultórios devido às mudanças climáticas, que podem agravar os sintomas. “Em média de 40 a 50% a mais de procura nos consultórios”, afirma a Dra. Karoline.

Em relação às causas, a rinite é desencadeada por alérgenos como poeira, ácaros e mofo, enquanto a sinusite pode ser causada por vírus ou bactérias.

Quanto ao tratamento caseiro, a Dra. Karoline recomenda cautela: “Os remédios caseiros a gente fica com mais pé atrás porque a gente não sabe as substâncias todas por exemplo que são utilizados, ali vai ter substância e pode ser irritativo ao nariz”.

Portanto, é essencial procurar um médico ao apresentar sintomas persistentes ou agudos, garantindo um tratamento adequado e evitando complicações a longo prazo.

Comentários

Leia também

Saúde
Especialista fala sobre os riscos que fogos de artifícios e a fumaça podem causar à saúde

Especialista fala sobre os riscos que fogos de artifícios e a fumaça podem causar à saúde

Conheça os perigos que os fogos de artifícios e fumaça da fogueira podem causar à nossa...
Saúde
Cardiologista alerta sobre cuidados ao medir a pressão arterial em casa

Cardiologista alerta sobre cuidados ao medir a pressão arterial em casa

O Dr. Israel Reis destacou a importância de conscientizar a população sobre os riscos...
Saúde
Nutróloga explica estratégias avançadas para emagrecimento saudável

Nutróloga explica estratégias avançadas para emagrecimento saudável

Dra. Aline Jardim enfatiza que a estética está muito avançada nesses critérios e que...