Educação

Escolas municipais serão abastecidas com merenda a partir do dia 13

Proteínas como frango e carne de charque no cardápio do estudante

06/03/2023 17h03
Escolas municipais serão abastecidas com merenda a partir do dia 13
Foto: Secom

As 207 escolas da rede municipal vão começar a receber os suprimentos da alimentação para a volta às aulas, a partir da próxima semana. O ano letivo inicia dia 29. O planejamento da Secretaria Municipal de Educação (Seduc) para 2023 também passa pelas despensas e cozinhas das unidades de ensino.

São itens com valor nutricional para atender as necessidades do estudante. Haverá muitas cores e diversidade no prato, seguindo orientações de nutricionistas. Alimentos da agricultura familiar também estão garantidos.

Nesta primeira etapa de distribuição, que tem início na próxima segunda-feira (13), as escolas vão receber proteínas, como frango e carne de charque. A partir do dia 20, as unidades estarão sendo abastecidas com polpas de fruta e produtos não perecíveis, a exemplo de cereais, farinhas de milho, tapioca e de mandioca, macarrão, arroz, temperos secos e outros.

A partir do dia 29, produtos de hortifruti serão entregues por conta da conservação. São itens oriundos da agricultura familiar, vindos do campo direto para as escolas [frutas, legumes, verduras e hortaliças], entre eles: abóbora, aipim, banana da prata, batata doce, beterraba, cebola, cebolinha, cenoura, chuchu, couve, limão, melancia, pimentão e tomate.

O Governo Municipal segue rigorosamente as recomendações do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) sob o acompanhamento técnico de uma equipe de nutricionistas da Divisão de Apoio ao Estudante – setor responsável pela alimentação escolar, que coordena o cardápio, merendeiras, aquisição dos itens e logística de distribuição.

PLANEJAMENTO ANTECIPADO

A secretária municipal de Educação, Anaci Paim, afirma que a Prefeitura de Feira de Santana realizou todas as licitações referentes à alimentação escolar antecipadamente. “Os contratos já foram assinados e estão segmentados de acordo com a especificação do produto. A variedade dos itens foi pensada para que seja uma alimentação variada e nutritiva”. A distribuição do gás de cozinha também está regularizada.

“A ‘merenda’ é adaptada de acordo com o segmento escolar: creche/educação infantil, ensino fundamental I – anos iniciais e ensino fundamental II – anos finais/EJA”, pontua a chefe da Divisão de Apoio ao Estudante, Carlyane Silva Ataíde.

*SECOM PMFS

Comentários

Leia também

Educação
Professores de universidades estaduais paralisarão atividades na quinta-feira (18)

Professores de universidades estaduais paralisarão atividades na quinta-feira (18)

Docentes reivindicam o pagamento de perdas salariais que se acumulam há quase uma década,...
Educação
Prefeitura amplia em 252% número de vagas para Educação em Tempo Integral

Prefeitura amplia em 252% número de vagas para Educação em Tempo Integral

Ao todo, 32 escolas da rede municipal oferecem a modalidade
Educação
Professores anunciam greve em universidades federais nesta segunda-feira; UFSB e UFRB estão na lista

Professores anunciam greve em universidades federais nesta segunda-feira; UFSB e UFRB estão na lista

A categoria exige reajuste salarial de 22%, a ser dividido em três parcelas iguais de...