Polícia

Equipamentos eletroeletrônicos com indícios de pirataria são apreendidos em Feira 

A operação contou com 24 servidores

01/03/2023 06h21
Equipamentos eletroeletrônicos com indícios de pirataria são apreendidos em Feira 

Cento e doze equipamentos eletroeletrônicos com indícios de pirataria foram apreendidos pela Receita Federal nesta terça-feira (28), em Feira de Santana. As apreensões aconteceram durante a Operação Corsários e o valor aproximado dos equipamentos é de R$ 280 mil.

A “Operação Corsários” contou com 24 servidores. De acordo com a Receita Federal, os itens foram apreendidos em estabelecimentos comerciais da cidade.

Os produtos foram identificados por meio de fiscalização de rotina e, caso a falsificação seja confirmada, serão destruídos. Isso acontece porque a entrada das mercadorias contrabandeadas é proibida no país.

Além disso, a Receita Federal informou que será lavrado Auto de Infração, com Representação Fiscal para Fins Penais, pelo crime de contrabando.

A Receita Federal informou que estes equipamentos são retirados do mercado para evitar a concorrência desleal com os estabelecimentos que vendem os produtos originais e para proteger o consumidor, que pode comprar os itens falsificados como se fossem originais.

Além disso, os produtos falsificados podem causar danos ao meio ambiente e à saúde.

Os itens não têm as mesmas garantias dos verdadeiros e não atendem as especificações técnicas de fabricação, higiene e segurança. Além disso, muitas vezes esses itens podem estar financiando o crime organizado.

Os produtos falsificados podem ser contrabandeados, descaminhados ou contrafeitos. Veja diferença:

Produtos contrafeitos são aqueles que são falsificados e produzidos ou não no país;
Produtos contrabandeados são aqueles que são falsificados e produzidos fora do país e cuja importação é proibida;
Produtos descaminhados são aqueles cuja importação é legalmente permitida, mas feita de forma irregular sem o pagamento dos tributos devidos.

O comércio de produtos falsificados ou pirateados estão tipificados no artigo 190, inciso I da Lei 9.279/96, do Código de Propriedade Industrial e prevê como pena a detenção de um a três meses, ou multa. Além disso, se eles são fabricados em outro país, são considerados contrabando, previsto no artigo 334-A do Código Penal, cuja pena é de reclusão de dois a cinco anos.

*G1 Bahia
Imagem: Receita Federal

Comentários

Leia também

Polícia
Comerciante relata terror após ser vítima de sequestro em Feira de Santana

Comerciante relata terror após ser vítima de sequestro em Feira de Santana

O prejuízo financeiro causado pelo sequestro é estimado em torno de oitenta mil reais....
Polícia
PRF apreende carro trafegando com placas clonadas em Feira de Santana

PRF apreende carro trafegando com placas clonadas em Feira de Santana

Com ajuda do sistema PRF, os policiais identificaram a placa original do veículo de Diadema...
Polícia
Lamborghini é interceptada após passar em 2 praças de pedágio na BR 324 sem pagar a tarifa

Lamborghini é interceptada após passar em 2 praças de pedágio na BR 324 sem pagar a tarifa

O automóvel avaliado em mais de R$ 3 milhões estava sem as placas e o motorista não...