Política

Em vídeo apreendido pela PF, Bolsonaro pede reação antes das eleições para evitar que Brasil virasse ‘grande guerrilha’

A fala foi feita pelo ex-presidente durante uma reunião do governo em julho de 2022.

09/02/2024 10h32
Em vídeo apreendido pela PF, Bolsonaro pede reação antes das eleições para evitar que Brasil virasse ‘grande guerrilha’
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) apreendeu um vídeo em que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, durante uma reunião do governo em 2022, que era preciso agir antes das eleições para evitar que o Brasil posteriormente se tornasse “uma grande guerrilha”. A gravação em questão foi divulgada pela jornalista Bela Megale, do jornal O Globo.

“Nós sabemos que, se a gente reagir depois das eleições, vai ter um caos no Brasil, vai virar uma grande guerrilha, uma fogueira no Brasil. Agora, alguém tem dúvida que a esquerda, como está indo, vai ganhar as eleições? Não adianta eu ter 80% dos votos. Eles vão ganhar as eleições”, defendeu o ex-presidente, na ocasião.

Após ser apreendido pela corporação, o vídeo foi um dos elementos principais para criar a operação da PF que investiga membros das Forças Armadas e ex-ministros supostamente envolvidos em uma tentativa de golpe de Estado. O material foi encontrado pelos policiais no computador de Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro. 

Outras falas

Na mesma reunião, de acordo com o g1, o ex-mandatário sugeriu que as pessoas presentes deveriam apoiar a criação de um documento que classificaria como difícil “definir a lisura das eleições”. “Nós não podemos, pessoal, deixar chegar as eleições e acontecer o que está pintado, está pintado. Eu parei de falar em voto imp… e eleições há umas três semanas. Vocês estão vendo agora que… eu acho que chegaram à conclusão. A gente vai ter que fazer alguma coisa antes.”

Também foi dito por Bolsonaro que a vitória eleitoral do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já estava definida, “de acordo com os números que estão dentro dos computadores do TSE”. “Eles [equipe do TSE] erraram [ao incluir as Forças Armadas na Comissão de Transparência das Eleições.]. Para nós, foi excelente. Eles se esqueceram que sou o chefe supremo das Forças Armadas?”, acrescentou.

Metro1

Comentários

Leia também

Política
Durante viagem ao Egito, Lula deve discutir guerra entre Israel e Hamas e assinar acordo na área de bioenergia, diz Itamaraty

Durante viagem ao Egito, Lula deve discutir guerra entre Israel e Hamas e assinar acordo na área de bioenergia, diz Itamaraty

Presidente embarcou nesta terça-feira (13) em direção ao Cairo, capital do Egito
Política
Alvo da PF, Bolsonaro só deve ser convocado para prestar depoimento no segundo semestre

Alvo da PF, Bolsonaro só deve ser convocado para prestar depoimento no segundo semestre

Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, deve depor até março
Política
Coronel alvo de operação da PF que investiga tentativa de golpe de estado é preso após desembarcar no Brasil

Coronel alvo de operação da PF que investiga tentativa de golpe de estado é preso após desembarcar no Brasil

O militar passou pela audiência de custódia e teve a sua prisão mantida