Bahia

Em Assembleia, Polícia Civil e Técnica aprovam nova reestruturação salarial

O presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes, ressalta que a proposta de reestruturação salarial aprovada pela categoria pretende, nos próximos três anos, tirar os policiais civis baianos do 26° sexto pior salário do Brasil

26/03/2024 06h55
Em Assembleia, Polícia Civil e Técnica aprovam nova reestruturação salarial
Foto: Divulgação

Investigadores, escrivães, delegados, peritos técnicos, criminais, odonto-legais, e médicos legistas, aprovaram uma nova proposta de reestruturação salarial da Polícia Civil e Polícia Técnica, na manhã de segunda-feira (25), durante Assembleia Geral Conjunta, no Hotel Fiesta, Itaigara. 

A Assembleia foi organizada pelo movimento “Unidos pela Valorização dos Policiais Civis” representado pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc), Associação dos Delegados de Polícia (Adpeb), Sindicato dos Peritos em Papiloscopia (Sindpep),  Sindicato dos Escrivães (Aepeb-Sindicato), Associação dos Investigadores (Assipoc), o Sindicato dos Peritos Médicos e Odonto-legais (Sindmoba), e o Sindicato dos Peritos Criminais (Asbac).

O presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes, ressalta que a proposta de reestruturação salarial aprovada pela categoria pretende, nos próximos três anos, tirar os policiais civis baianos do 26° sexto pior salário do Brasil e irá colocar a categoria entre os cinco maiores salários do país. 

O sindicalista destaca que as entidades vão solicitar do governo do Estado o avanço das negociações e pontua que a nova proposta de reestruturação remunatória da Polícia Civil e Técnica já foi encaminhada pela delegada-geral, Heloísa Brito, ao secretário da segurança pública (SSP-BA), Marcelo Werner. 

“Aprovamos o estado permanente de mobilização e iremos aguardar a abertura oficial da mesa de negociação junto à Saeb para aprovarmos a valorização salarial da categoria para o próximo triênio (2024, 2025, e 2026). O governo tem feito gestos de respeito à categoria como as reformas nas delegacias e o aumento do efetivo. Portanto, estamos confiantes de que o governo vai também fazer a valorização salarial da Polícia Civil e Técnica”, disse Eustácio Lopes durante a Assembleia. 

O sindicalista pontuou a importância da valorização da Polícia Civil e Técnica para ampliar a elucidação dos crimes, reforçar o combate ao crime organizado e à violência na Bahia. ” Com dignidade e reconhecimento do nosso trabalho, com certeza, iremos dar a resposta que a sociedade espera, que a sociedade almeja, que é o combate à violência, o combate  ao crime organizado, com o policial motivado, com dignidade salarial”, frisou Eustácio Lopes.

*Com informações ASCOM Sindpoc

Comentários

Leia também

Bahia
Motociclista morre e dois ficam feridos em acidente na BR-324

Motociclista morre e dois ficam feridos em acidente na BR-324

De acordo com mensagens não oficiais, vítima fatal seria um morador do povoado da Malhadinha...
Bahia
Pablo lota praça na abertura do São João do Coração em Coração de Maria

Pablo lota praça na abertura do São João do Coração em Coração de Maria

O prefeito da cidade anunciou seu casamento durante o show de arrocha
Bahia
Acidente próximo a Tanquinho derrama produto na pista e interrompe trânsito na região