Brasil

Eleitor que faltou ao 2º turno tem até segunda-feira para justificar

Cada turno de votação é contabilizado como uma eleição.

05/01/2023 17h32
Eleitor que faltou ao 2º turno tem até segunda-feira para justificar
Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

O eleitor que não compareceu às urnas no dia 30 de outubro, data do segundo turno das eleições gerais, tem até a próxima segunda-feira (9) para justificar a ausência e assim não ficar em situação irregular junto à Justiça Eleitoral.

Quem não vota e não justifica fica sem poder emitir o certificado de quitação eleitoral e pode ficar impedido de emitir documentos de identidade ou passaporte, entre outras limitações. Isso ocorre porque o voto é obrigatório no Brasil, para quem tem entre 18 e 70 anos de idade.

Para ficar quite com a Justiça Eleitoral é preciso ter votado em todas as eleições ou justificado as ausências. O eleitor também não pode ter deixado de atender aos chamados para trabalhar como mesário. Caso esteja irregular, é necessário regularizar a situação por meio do pagamento de multas, por exemplo.

Cada turno de votação é contabilizado como uma eleição independente pela Justiça Eleitoral. No caso do primeiro turno das eleições do ano passado, quem não votou teve até 1º de dezembro para justificar a ausência.

Existem três formas de justificar a ausência às urnas: pelo aplicativo e-Titulo; pelo Sistema Justifica, nos portais da Justiça Eleitoral; ou preenchendo o formulário de justificativa eleitoral.

Cada justificativa é válida somente para o turno ao qual a pessoa não tenha comparecido por estar fora de seu domicílio eleitoral. Assim, caso tenha deixado de votar no primeiro e no segundo turno da eleição, a obrigação é de justificar a ausência em cada um.

Além de preencher dados e dar o motivo para ter faltado à votação, é aconselhável anexar documentos que comprovem a justificativa, que em todo caso deve ser analisada por um juiz eleitoral, que pode aceitá-la ou não.

*Agência Brasil

Comentários

Leia também

Brasil
Ministério da Saúde recebe 1,8 milhão de doses da CoronaVac para crianças

Ministério da Saúde recebe 1,8 milhão de doses da CoronaVac para crianças

Carregamento faz parte do quarto contrato de compra de 10 milhões de doses feito no início...
Brasil
Glória Maria será velada em cerimônia restrita a familiares e amigos
Brasil
Telegram paga multa de R$ 1,2 milhão ao STF

Telegram paga multa de R$ 1,2 milhão ao STF

Valor foi determinado pelo ministro Alexandre de Moraes