Política

Eleições 2022: prazo para registro de candidatos termina nesta segunda (15)

Até agora foram registradas 10 candidaturas à Presidência da República

15/08/2022 07h32
Eleições 2022: prazo para registro de candidatos termina nesta segunda (15)
Foto: Arquivo Agência Brasil

Partidos, federações partidárias e coligações têm até esta segunda-feira (15) para apresentar o registro dos candidatos que vão disputar as eleições de outubro. O prazo consta na legislação eleitoral.

No caso de candidatos à Presidência, o registro tem que ser feito no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para os cargos de governador, vice-governador, senador, deputado federal e deputado estadual, o pedido de candidatura deve ser enviado à Justiça Eleitoral do estado no qual o candidato se apresenta.

Antes do registro, os nomes foram escolhidos em convenções partidárias (reunião de filiados), etapa que se encerrou no dia 5.

Os registros devem ser entregues até as 8h (via internet) ou até as 19h (presencialmente).

No pedido de candidatura, deve ser apresentado, entre outros documentos, a declaração atual de bens e comprovante de escolaridade. Com o registro, os candidatos ganham o direito a um CNPJ próprio para a campanha, o que abre caminho para a arrecadação de recursos e o pagamento despesas.

Candidatos à Presidência que registraram as candidaturas no TSE:

Ciro Gomes (PDT);

Felipe D’Ávila (Novo);

Jair Bolsonaro (PL);

José Maria Eymael (DC);

Léo Péricles (UP);

Lula (PT);

Pablo Marçal (Pros);

Roberto Jefferson (PTB);

Simone Tebet (MDB);

Sofia Manzano (PCB);

Soraya Thronicke (União Brasil);

e Vera Lúcia (PSTU).

Os candidatos registrados poderão ir às ruas para pedir votos a partir desta terça-feira (16). Neste ano, a campanha eleitoral vai até 1º de outubro. No total, serão 47 dias.

Também a partir desta terça, os candidatos poderão promover comícios; distribuir materiais gráficos, como os “santinhos”; e realizar propaganda na internet.

As regras estabelecidas pelo TSE para a propaganda eleitoral proíbem a divulgação, por parte de partidos e candidatos, de conteúdos sabidamente inverídicos e “capazes de exercer influência perante a eleitora e o eleitor”.

O horário eleitoral gratuito será exibido de 26 de agosto a 29 de setembro no primeiro turno. Em caso de segundo turno, entre 7 e 28 de outubro.

*g1

Comentários

Leia também

Política
STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

Prazo dado por Zanin foi para a efetivação de acordo entre governo e Congresso sobre...
Política
“O PT promete muito, mas não entrega o prometido”, diz João Roma

“O PT promete muito, mas não entrega o prometido”, diz João Roma

Roma mencionou a falta de cumprimento das promessas feitas durante as campanhas eleitorais....
Política
CCJ da Câmara adia votação de PEC que criminaliza qualquer quantidade de drogas

CCJ da Câmara adia votação de PEC que criminaliza qualquer quantidade de drogas

Governistas obstruíram e conseguiram segurar a votação na comissão. Análise deve ficar...