Feira de Santana

É inverídico negociação de pagamento dos precatórios com a APLB, diz procurador

Pagamento da verba aos professores depende de parecer favorável do STF

10/06/2022 12h00
É inverídico negociação de pagamento dos precatórios com a APLB, diz procurador

É inverídica a informação atribuída ao procurador do Município, Carlos Alberto Moura Pinho, que teria negociado com o setor jurídico da APLB Sindicato o pagamento dos precatórios aos professores.

“Não é verdadeira essa informação. Este contato nunca existiu, nem com o advogado nem com qualquer outra pessoa do sindicato”, afirma o procurador.

De acordo com Moura Pinho, sobre o possível pagamento da verba dos precatórios aos professores a pauta está sub judice, ou seja, depende de parecer favorável do Supremo Tribunal Federal (STF) que pode definir pela não vinculação dos precatórios.

“O entendimento é de que os professores receberam seus salários na ocasião e que a diferença resgatada pelos precatórios é devida ao município, com vinculação à Educação como um todo. E não a aplicação de um percentual de 60% destinado aos docentes, como espera o sindicato”, esclarece

Moura Pinho explica ainda que a posição do município é clara. “Se este assunto vier a ser pacificado, com decisão fundamentada dos órgãos competentes.”

*Secom

Comentários

Leia também

Abertas inscrições da oficina de capacitação para o público LGBTQIA+

Estão abertas as inscrições para a oficina de construção de currículo e orientação...
Feira de Santana
30 pacientes aguardam por regulação em Feira

30 pacientes aguardam por regulação em Feira

Em Feira de Santana, 30 pacientes estão em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e policlínicas...
Feira de Santana
Coelba remove cerca de 30 toneladas de fiação irregular em Feira de Santana em 2022

Coelba remove cerca de 30 toneladas de fiação irregular em Feira de Santana em 2022

Resultado é reflexo das inspeções e ações de ordenamento realizadas em todo o município...