Feira de Santana

Dom Itamar Vian destaca ações da Arquidiocese de Feira durante romaria que celebra Jubileu de Diamante

Arcebispo celebra missa direto do Santuário no domingo

21/05/2022 12h05
Dom Itamar Vian destaca ações da Arquidiocese de Feira durante romaria que celebra Jubileu de Diamante
Foto: Lourdes Rocha

Dom Itamar Vian, arcebispo emérito de Fera de Santana, acompanha a romaria Sant’Ana dos Olhos D’água que levou mais de 200 fiéis ao Santuário Nacional de Aparecida em celebração aos 60 anos da Arquidiocese de Feira.

Ao De Olho na Cidade, o arcebispo falou sobre a emoção de estar na casa da Mãe Aparecida.

“Já vim muitas vezes a Aparecida e em cada momento me emociono, visitar a Mãe, estar na casa da Mãe é sempre um momento de profunda alegria e eu estou representando nesta romaria o nosso arcebispo metropolitano Dom Zanoni Demetino Castro que se encontra em Roma junto com os bispos da Bahia e Sergipe, além de representá-lo nessa romaria pessoalmente quero agradecer a Deus por intermédio da virgem Mãe Aparecida, a grande graça que eu tive de realmente ficar curado de um problema muito sério de coração, há dois anos me submeti a uma cirurgia onde realizaram a implantação de um marca-passo e hoje já com mais de oitenta anos sou muito feliz e com saúde. Portanto aqui estamos em mais de duzentas pessoas da arquidiocese de Feira de Santana louvando e agradecendo a Deus por intercessão da virgem Mãe Aparecida pelos anos de vida e missão da nossa arquidiocese de Feira de Santana.”

Dom Itamar destacou também a história da Arquidiocese que foi criada em 2003.

“Tenho a grande graça de Deus de viver em Feira de Santana. Hoje me sinto baiano e a arquidiocese de Feira de Santana me acolheu, teve o primeiro bispo Dom Jackson o segundo Dom Silvério Albuquerque o terceiro fui eu, no período que era bispo fui nomeado arcebispo, foi criada arquidiocese de Feira de Santana no ano de 2003 e permaneci na diocese. Portanto a arquidiocese de Feira de Santana nesses sessenta anos já teve dois bispos e dois arcebispos.”

O arcebispo também falou sobre o papel da arquidiocese que vai além da missão religiosa.

“A arquidiocese de Feira de Santana além de cumprir sua missão religiosa, pastoral propriamente dita, sempre assumiu causas sociais, a grande luta em defesa do Hospital Clériston Andrade, grande luta em defesa do Hospital Dom Pedro de Alcântara, foi a arquidiocese de Feira de Santana que iniciou a grande batalha em defesa da água em todo o estado, a Arquidiocese de Feira de Santana criou a primeira fazenda da esperança para recuperar dependentes químicos, portanto a arquidiocese sempre esteve a frente de questões sociais e a questão política também é um grande e permanente desafio. Nos últimos anos foram publicadas, por exemplo, seis cartilhas de formação política e essas cartilhas que tiveram uma tiragem, todas elas, acima de vinte mil exemplares isto significa como a comunidade acolheu a proposta da arquidiocese de Feira de Santana de esclarecer mais os eleitores na busca de políticos que possam servir a comunidade e não servisse do poder para também servir-se a si mesmos.”

No domingo, a partir do meio-dia, ocorrerá uma celebração presidida por Dom Itamar no Santuário de Aparecida que será transmitida ao vivo pela rádio Sociedade News de Feira de Santana.

*Com informações de Lourdes Rocha

Comentários

Leia também

Abertas inscrições da oficina de capacitação para o público LGBTQIA+

Estão abertas as inscrições para a oficina de construção de currículo e orientação...
Feira de Santana
30 pacientes aguardam por regulação em Feira

30 pacientes aguardam por regulação em Feira

Em Feira de Santana, 30 pacientes estão em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e policlínicas...
Feira de Santana
Coelba remove cerca de 30 toneladas de fiação irregular em Feira de Santana em 2022

Coelba remove cerca de 30 toneladas de fiação irregular em Feira de Santana em 2022

Resultado é reflexo das inspeções e ações de ordenamento realizadas em todo o município...