Política

Citando liberdade no PP, Cacá Leão rechaça nacionalização de eleição na BA

“Com certeza se ele for escolhido, a Bahia possuirá um grande vice”, diz o pré-candidato.

07/06/2022 16h35
Citando liberdade no PP, Cacá Leão rechaça nacionalização de eleição na BA
Foto: Agência Câmara

Conciliando a pré-campanha no estado da Bahia e suas funções políticas em Brasília, o deputado federal, Cacá Leão, relata que os dias têm sido intensos. “Não é fácil, mas temos conseguido conciliar as funções”.

Com todas as mudanças ocorridas durante o período de eleição, os desafios têm sido enfrentados pela determinação. O partido no qual o pré-candidato faz parte, o Partido Progressista (PP), saiu da base de Rui Costa, migrando para a chapa de ACM Neto. Inicialmente a pré-candidatura ao senado era de João Leão, pai de Cacá, mas a decisão foi refeita.

“Num primeiro momento o pré-candidato era João Leão, mas ele sentiu o peso da idade, e passou o cargo para alguém mais jovem. E para mim tem sido um prazer”, relata. O deputado Cacá atua diretamente ao lado de ACM Neto o que, para ele, é um prazer pois considera Neto com um exemplo de gestor e um dos mais preparados para assumir o estado baiano. 

Mesmo com o PP se posicionando a favor do atual presidente Jair Bolsonaro, ACM Neto ainda não conduziu sua campanha se posicionando a respeito. “Sempre tivemos liberdade para atuar no estado, independente da posição que o partido tomasse de forma nacional, é o que faz nosso partido ser tão grande”, pontua.

Segundo o pré-candidato, o posicionamento do partido nacional não vai interferir nas decisões dos líderes do estado. “Estou trabalhando para defender os direitos do nosso estado com quem quer que seja. Se me for dada a oportunidade de ser senador, estarei defendendo os direitos da nossa gente, brigando por recursos, e representando nosso povo”.

Para vice-governador, Cacá Leão considera que Zé Ronaldo seria um grande nome. “Com certeza se ele for escolhido, a Bahia possuirá um grande vice”.

O prazo final de decisão para definir o nome de um vice é previsto para agosto. Nas palavras do deputado, o diálogo a respeito do assunto está sendo feito e a decisão está mais próxima do que aparenta.

Comentários

Leia também

Política
Em resposta sobre Colbert, Geraldo Júnior ameaça expulsar membro que não apoiar decisão do MDB    

Em resposta sobre Colbert, Geraldo Júnior ameaça expulsar membro que não apoiar decisão do MDB    

O MDB da Bahia apoia chapa do grupo governista, composta pelo próprio Geraldo.
Política
Recém-eleita, Eremita Mota já esperava vitória para presidência da Câmara

Recém-eleita, Eremita Mota já esperava vitória para presidência da Câmara

Eleita por unanimidade, a vereadora conta que já esperava o resultado. “Eu pensei, mas...