Política

Defesa entrega relatório ao TSE e não aponta irregularidades nas urnas

Relatório foi enviado nesta quarta-feira (9)

10/11/2022 10h54
Defesa entrega relatório ao TSE e não aponta irregularidades nas urnas
TSE – Tribunal Superior Eleitoral Urna eletrônica

O relatório com elaborado pelas  Forças Armadas durante as eleições de 2022 foi enviado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quarta-feira (9)  pelo Ministério da Defesa. Conforme o documento, não foi identificada a existência de nenhuma fraude ou inconsistência nas urnas eletrônicas e no processo eleitoral de 2022.

“Em face das ferramentas e oportunidades de fiscalização definidas nas Resoluções do TSE e estruturadas no Plano de Trabalho da EFASEV (Equipe das Forças Armadas de Fiscalização e Auditoria do Sistema Eletrônico de Votação), a fiscalização constatou que o Teste de Integridade, sem biometria, ocorreu em conformidade com o previsto. Quanto à fiscalização da totalização, foi constatada, por amostragem, a conformidade entre os BU (boletins de urnas) impressos e os dados disponibilizados pelo TSE.”

O documento apontou, apesar do parecer possitivo, necessidades de melhorias e espaço para falhas. “É fato que, quanto à “Compilação, Assinatura Digital e Lacração dos Sistemas Eleitorais”, a ocorrência de acesso à rede, durante a compilação dos códigos-fonte e consequente geração dos programas (códigos binários), pode configurar relevante risco à segurança do processo”, destaca o documento. 

O relatório ainda sugere o aprimoramento do “Teste de Integridade” para garantir mais confiabilidade do sistema. “Na vertente dos mecanismos de fiscalização do sistema no momento da votação, a incapacidade de o Teste de Integridade e do Projeto-Piloto com Biometria reproduzirem, com fidelidade, as condições normais de uso das urnas eletrônicas que foram testadas não permite afirmar que o SEV (Sistema Eletrônico de Votação) está isento da influência de um eventual código malicioso que possa alterar o seu funcionamento”.

Em nota, o ministro do STF e presidente do TSE, Alexandre de Moraes agradeceu o envio do relatório. “O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu com satisfação o relatório final do Ministério da Defesa, que, assim como todas as demais entidades fiscalizadoras, não apontou a existência de nenhuma fraude ou inconsistência nas urnas eletrônicas e no processo eleitoral de 2022. As sugestões encaminhadas para aperfeiçoamento do sistema serão oportunamente analisadas. O TSE reafirma que as urnas eletrônicas são motivo de orgulho nacional, e que as Eleições de 2022 comprovam a eficácia, a lisura e a total transparência da apuração e da totalização dos votos”, declarou.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Política
Na CPI das Pirâmides Financeiras, sócio da 123milhas pede desculpas aos clientes

Na CPI das Pirâmides Financeiras, sócio da 123milhas pede desculpas aos clientes

Ramiro Madureira faltou duas vezes a sessão no colegiado que investiga a suspensão das...
Política
PEC da Anistia: Acordo fechado com Lira consolida perdão a partidos

PEC da Anistia: Acordo fechado com Lira consolida perdão a partidos

Texto ainda prevê restrição de verba a negros e impede punição de futuras das siglas...
Política
“Vai ser bastante difícil”, diz Pastor Valdemir ao avaliar política para 2024