Política

Convenção do PSOL oficializa Kléber Rosa como candidato ao governo da Bahia

Candidato possui propostas para diminuir exclusão social

29/07/2022 17h02
Convenção do PSOL oficializa Kléber Rosa como candidato ao governo da Bahia

O comitê do PSOL oficializa na tarde desta sexta-feira (29), a coligação “Juntos Vamos Governar”, e o candidato à governador da Bahia, Kleber Rosa, que é policial civil e cientista politico. Em entrevista ao De Olho na Cidade, o candidato destacou suas motivações com a candidatura.

“Nosso povo vive um processo secular de exclusão que segue se refletindo nos índice do estado baiano. Vemos governos que se sucedem, tanto no estado quanto na prefeitura de Salvador, colocando seus projetos como opção, mas seguem disputando obras, enquanto a população continua morando debaixo da ponte. É preciso haver um projeto que de fato promova a inclusão social, e garanta cidadania plena aos nossos cidadãos”, diz o candidato.

Ainda segundo o candidato, é necessário romper com o processo de naturalização da fome e da exclusão social. Em suas atividades como policial civil, o candidato fundou o movimento “Policiais Anti-Fascismo”, em prol da segurança pública.

“Dediquei minha vida como policial civil e investigador a lutar contra essa lógica de segurança pública que promove mais violência. Precisamos inverter a lógica de forma imediata, e investir em investigação policial, valorizar a Polícia Civil, mudar o padrão de enfrentamento. É possível se enfrentar a violência com investigação sem produzir violência, essa é a nossa meta”.

Nas eleições presidenciais, o candidato Kleber Rosa declarou seu apoio a Lula, mesmo que o presidenciavel esteja ao lado de Jerônimo Rodrigues: “Nosso compromisso com o presidente Lula é um compromisso com o Brasil. É livrar o Brasil dessa tragédia que é o governo Bolsonaro. Nós não temos dúvida a melhor opção é apostar na eleição do presidente Lula.”

Kleber Rosa é graduado em ciências sociais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), especialista em “Educação Inclusiva e Diversidade”, mestre em “Educação de Jovens e Adultos” (EJA) pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), professor de Sociologia da Rede Estadual de Ensino, investigador da Polícia Civil e fundador do Movimento dos Policiais Antifascismo, ativista do movimento negro, e se destacou como uma das lideranças das manifestações que lutaram pela implementação das cotas raciais na Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Atualmente é diretor da Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (FETRAB), Secretário de Comunicação do PSOL e dirigente nacional também do Partido Socialismo e Liberdade.

*com informações do repórter Danillo Freitas, direto de Salvador

Comentários

Leia também

Política
STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

Prazo dado por Zanin foi para a efetivação de acordo entre governo e Congresso sobre...
Política
“O PT promete muito, mas não entrega o prometido”, diz João Roma

“O PT promete muito, mas não entrega o prometido”, diz João Roma

Roma mencionou a falta de cumprimento das promessas feitas durante as campanhas eleitorais....
Política
CCJ da Câmara adia votação de PEC que criminaliza qualquer quantidade de drogas

CCJ da Câmara adia votação de PEC que criminaliza qualquer quantidade de drogas

Governistas obstruíram e conseguiram segurar a votação na comissão. Análise deve ficar...