Feira de Santana

Construindo uma marca forte: Especialista destaca importância da imagem pessoal

Ela reforça a importância de entender o público e a essência do cliente para montar uma estratégia digital eficaz e autêntica.

02/06/2024 06h00
Construindo uma marca forte: Especialista destaca importância da imagem pessoal

Em um mundo cada vez mais digitalizado, onde as redes sociais desempenham um papel crucial no posicionamento de imagem, entender como construir e manter uma imagem positiva é essencial tanto no âmbito profissional quanto pessoal. Para discutir esse tema, o portal De Olho na Cidade conversou com Dani Caribé, especialista em imagem pessoal.

“Falar sobre imagem pessoal, que é o meu dia a dia, é como tento colaborar na evolução pessoal e profissional de todos que me procuram. A imagem pessoal é muito mais do que aquilo que a gente imagina,” explica. “Ela é composta por três pilares: o que vemos, que representa apenas 7% do que o subconsciente analisa, nosso comportamento, que representa 38%, e como nos vestimos, que surpreendentemente representa 55%.”

Dani ressalta que muitas pessoas subestimam o poder da vestimenta. “A roupa é nossa armadura. A forma como nos vestimos pode abrir ou fechar portas. Portanto, sempre devemos estar bem apresentados.”

Dani esclarece a diferença entre imagem pessoal e marca pessoal: “Imagem pessoal é tudo aquilo que você vê em mim – meu corte de cabelo, maquiagem, acessórios, roupa. Leva apenas três segundos para alguém formar uma opinião sobre você. Já a marca pessoal é a sensação que você deixa nas pessoas, composta também pela comunicação e comportamento.”

Ela acrescenta: “A marca pessoal define se um cliente vai querer fechar um negócio com você. Tudo começa pela imagem, pois uma imagem vale mais que mil palavras.”

No contexto das redes sociais, Dani enfatiza: “Quem não se entregou para as redes sociais está atrás daqueles que já o fizeram. A forma como você se posiciona nas redes define muito como as pessoas vão te ver e procurar.”

Ela observa que, mesmo profissionais altamente qualificados que não se posicionam bem nas redes sociais, perdem clientes para aqueles que sabem se posicionar, mesmo que não sejam tão bons. “A internet é a maior avenida do mundo. Se você não estiver nela, como as pessoas vão te conhecer?”

Dani destaca que estratégias de redes sociais devem ser personalizadas. “Não posso dizer que todos devem fazer reels ou abrir caixinhas de perguntas. Depende do público final e da essência de cada um.”

Ela reforça a importância de entender o público e a essência do cliente para montar uma estratégia digital eficaz e autêntica.

Dani também aborda a importância da linguagem corporal e do tom de voz. “A maioria das pessoas tem dificuldade com oratória, mas o que não temos como dom, podemos treinar. Cursos de oratória são essenciais para quem precisa se comunicar bem nas redes sociais.”

Ela compartilha sua própria experiência: “Meu primeiro story no Instagram não foi bom, mas melhoramos com a prática. A oratória melhora nosso poder de convencimento e é fundamental para nos apresentarmos bem.”

Para quem deseja seguir Dani Caribé de perto, ela deixa seu contato: “Meu Instagram é @eu.danicaribe. Trabalho com imagem pessoal e reposicionamento nas redes sociais.”

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Zé Ronaldo se reúne com Targino Machado nesta quarta-feira (24)

Zé Ronaldo se reúne com Targino Machado nesta quarta-feira (24)

Após a reunião, o ex-deputado informou uma coletiva de imprensa na Casa Fornari, na próxima...
Feira de Santana
Confira os ganhadores da Campanha Super Prêmios 2024

Confira os ganhadores da Campanha Super Prêmios 2024

Ao todo, foram distribuídos aproximadamente 1,060 milhão de cupons, gerando uma movimentação...