Feira de Santana

Conheça a OL Papéis: empresa feirense que se tornou 2ª maior do mercado no Nordeste

A indústria “OL Papeis”, comemora 15 anos  de atuação, sendo a segunda maior do Nordeste nesse mercado.

17/05/2022 16h04
Conheça a OL Papéis:  empresa feirense que se tornou 2ª maior do mercado no Nordeste
Foto: Divulgação/OL Papéis

HORA DO EMPREENDORISMO | toda terça ás 13h na PrincesaFM

A indústria “OL Papeis”, comemora 15 anos  de atuação, sendo a segunda maior do Nordeste nesse mercado. Segundo o diretor administrativo e financeiro, Valdecir Roberto Bechel, a indústria é responsável mais de 50 marcas.

Em entrevista para o “Jornal do Meio-Dia”, apresentado por Jorge Biancchi, na rádio Princesa FM, o diretor Valdecir Roberto Bechel relatou que o crescimento da OL Papéis se deu após o investimento em tecnologia, permitindo a fabricação de papel higiênico folha dupla, que trouxe mais qualidade ao produto.

São eles os responsáveis por marcas como Fabricantes de produtos como a fralda “Fofura Baby”, “Papel Folha Dupla Velude”, “Papel Toalha Absoluto”, “Guardanapo Absoluto”, dentro outros, que são vendidos para todos os estados do Nordeste, começando já a romper algumas fronteiras para outras regiões.

“Temos muito orgulho de dizer que somos uma empresa baiana e genuinamente feirense”, diz o diretor.

São 650 colaboradores, além de Feira de Santana, há sedes localizadas em Pernambuco e São Gonçalo dos Campos, essa atuação permite a geração de até mil empregos.  Cerca de 20% da produção é ocupada por materiais reciclados.

Foto: De Olho na Cidade

Além dos reciclados, celulose de fibra curta, celulose fluff e gel absorvente também são utilizados como matéria-prima, para criar produtos com qualidade e conforto.

Dentre os desafios a serem enfrentados, a desvalorização do real tem gerado prejuízos na hora de importar produtos. A inflação e a instabilidade financeira revelam um cenário que demanda mais atenção e cuidado.

“Ainda não houve um ajuste entre a oferta e demanda de matérias e insumos, o que acaba gerando uma dificuldade na logística de quem lida com container, importação e exportação, etc.”, pontua Valdecir Roberto Bechel, que também citou a pandemia como desafiadora. 

A indústria pretende se tornar uma companhia de referência. “Nossa intenção é continuar crescendo”, afirma. Pensando nisso, a empresa está sempre investindo em profissionalização, gerando ainda mais empregos e entregando qualidade.

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Sinaleiras recebem botoeiras digitais com sensor de aproximação

Sinaleiras recebem botoeiras digitais com sensor de aproximação

Equipamentos já instalados em frente à Associação Cristã e à Justiça Eleitoral ...
Feira de Santana
Feira vai sediar encontro para discutir busca ativa escolar pelo Selo Unicef

Feira vai sediar encontro para discutir busca ativa escolar pelo Selo Unicef

Iniciativa pretende reduzir desigualdades e garantir direitos de crianças e adolescentes ...
Feira de Santana
Endometriose acomete 15% das mulheres do Brasil

Endometriose acomete 15% das mulheres do Brasil

Intensidade da cólica menstrual é o principal indicador da doença