Feira de Santana

Concessão do estacionamento do Centro de Abastecimento envolve R$ 60 mil por mês

A informação consta no ofício nº 248/2022 publicado no Diário Oficial Eletrônico do Município na edição desta quinta-feira (22), em resposta ao requerimento de igual número, de autoria do vereador Emerson Minho (DC)

22/12/2022 16h17
Concessão do estacionamento do Centro de Abastecimento envolve R$ 60 mil por mês
Foto: Jorge Magalhães

A empresa F Alves de Queiroz Eireli é a responsável pela concessão do estacionamento do Centro de Abastecimento, como permissão de uso administrativo, envolvendo o valor de R$60 mil mensais. O valor é recebido pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Agricultura. A informação consta no ofício nº 248/2022 publicado no Diário Oficial Eletrônico do Município na edição desta quinta-feira (22), em resposta ao requerimento de igual número, de autoria do vereador Emerson Minho (DC).

Uma das perguntas do documento refere-se à contrapartida da empresa que está com a concessão, se há compensação e como é. Em resposta, o governo municipal disse que “de acordo com a cláusula sexta – Das Obrigações da Permissionária, presentes no Termo de Permissão de nº 146-2022-16C”, a empresa deve prestar serviços conforme as especificações constantes no documento, respeitando os limites definidos.

Dentre as especificações está a limitação para a quantidade de vagas de mensalistas descritas no termo de referência. Há também, a prestação de esclarecimentos solicitados pela permitente (Prefeitura), bem como o dever de informar e manter atualizado o número de telefone, endereço eletrônico e o responsável técnico da permissionária (empresa).

Quanto à destinação dos valores recebidos pela concessão do estacionamento, o governo informou que estes são inseridos em receita municipal, ficando a cargo do prefeito como será destinado. Sobre quem regula os valores cobrados pela empresa concessionária foi dito no ofício que é levada em consideração a lei municipal nº 2.303 e suas atualizações constantes nos decretos de nº 6.531/2002 e nº 11.944/2020.

Outra pergunta constante no requerimento diz respeito à situação dos munícipes que trabalham há anos no Centro de Abastecimento, e se existe algum benefício para eles. Em resposta, a Prefeitura disse que “o referido processo (de concessão) atende à notificação realizada pelo Ministério Público, quanto ao uso do espaço público, o que objetiva também proporcionar organização e regulamentar o uso desses espaços”.

Ressalta ainda que há uma busca pela “melhoria e organização do tráfego, fluxo de veículos e dimensionamento entre as áreas, resultando em maior fluidez nos acessos ao Centro”. Vale salientar que o Centro de Abastecimento de Feira de Santana funciona com atividades ligadas ao comércio atacadista e varejista, sendo considerado um dos maiores entrepostos comerciais do interior da Bahia, e envolve mais de oito mil metros quadrados.

*Ascom CMFS

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Secretária será convocada pela Câmara para esclarecer descumprimento do piso salarial da enfermagem 

Secretária será convocada pela Câmara para esclarecer descumprimento do piso salarial da enfermagem 

O requerimento é de autoria da Comissão de Saúde da Casa Legislativa.
Feira de Santana
Ao lado de Amado Batista, Murilo Bregão atrai multidão, em Feira

Ao lado de Amado Batista, Murilo Bregão atrai multidão, em Feira

O ritmo brega fez sucesso entre o público
Feira de Santana
Rede Erguer promove 3ª Rodada de Negócios em Feira de Santana

Rede Erguer promove 3ª Rodada de Negócios em Feira de Santana

O evento busca facilitar a interação entre ofertantes e demandantes