Feira de Santana

Colégio recém-inaugurado tem sala interditada em Feira de Santana

A unidade de ensino foi inaugurada nesta segunda-feira(19) e teve investimentos de cerca de R$ 31 milhões.

21/02/2024 12h45
Colégio recém-inaugurado tem sala interditada em Feira de Santana
Foto: divulgação

Após as recentes chuvas em Feira de Santana, o Colégio Estadual Georgina de Melo Erismann, recém-inaugurado, viu um de suas salas ser interditada devido ao colapso do forro, desencadeando preocupações na comunidade escolar.

O deputado federal Zé Neto abordou a situação, destacando a importância da empresa responsável em cumprir rigorosamente suas obrigações técnicas de engenharia para assegurar a segurança das estruturas educacionais.

Ao abordar o incidente, Zé Neto ressaltou a sorte de não ter ocorrido acidentes e reforçou a necessidade de uma abordagem proativa para garantir a integridade das estruturas escolares. Em uma visita recente à Escola Estadual do Viveiros, onde problemas técnicos foram identificados, o deputado enfatizou a importância de corrigir as questões estruturais decorrentes das características do terreno em Feira de Santana. Ele garantiu que as obras têm garantia, mesmo aquelas realizadas há mais de cinco anos, e reiterou a importância de corrigir quaisquer falhas para manter as escolas seguras e bem estruturadas.

Zé Neto informou que a necessidade de atender prontamente às reclamações da comunidade e de garantir que as intervenções necessárias sejam realizadas para preservar o ambiente escolar. Com a rápida resolução do problema na Escola do Viveiros, o deputado reafirmou seu compromisso contínuo em zelar pela segurança e qualidade das instalações educacionais na região de Feira de Santana.

O presidente do PL em Feira de Santana, Raimundo Júnior, acompanhado do deputado Leandro de Jesus, que divulgou a informação, confirmada pelo portal De Olho na Cidade. Durante uma visita à unidade escolar recém-inaugurada, os políticos notaram uma obstrução devido ao forro que cedeu.

A unidade de ensino foi inaugurada nesta segunda-feira(19) e teve investimentos de cerca de R$ 31 milhões.

Em nota, a secretaria estadual de Educação informou que a empresa que realizou a obra irá realizar o reparo no local até a próxima segunda-feira (26). Confira nota na íntegra: 

A Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) informa que já determinou à construtora HOLTZ a reconstituição imediata do forro de uma das 23 salas do novo Colégio Estadual de Tempo Integral Georgina de Melo Erismann inaugurado em Feira de Santana nesta segunda-feira (19). O serviço deve ser concluído pela empresa terceirizada até a próxima segunda-feira (26), quando a sala atingida voltará a receber os estudantes. 

A Conder esclarece que o dano ao forro dessa sala de aula aconteceu em virtude do acúmulo de água na parte superior da escola, provocado pelas fortes chuvas associadas ao entupimento da calha por folhas que se desprenderam das árvores do local com os fortes ventos registrados nesta terça-feira.

Os estudantes da sala afetada não terão suas atividades escolares comprometidas, tendo em vista que, durante esse período, assistirão às aulas em outras salas da nova escola.

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Feira de Santana está entre as oito cidades da Bahia com menor índice de analfabetismo

Feira de Santana está entre as oito cidades da Bahia com menor índice de analfabetismo

A cidade tinha uma taxa de analfabetismo de 8% em 2010, que diminuiu para 6% em 2022.
Feira de Santana
Projeto que flexibiliza carga e descarga em avenida de Feira de Santana é aprovado

Projeto que flexibiliza carga e descarga em avenida de Feira de Santana é aprovado

O projeto surge como uma resposta às demandas dos comerciantes que têm enfrentado dificuldades...
Feira de Santana
Parque de Exposição vai sediar Expo Portal em junho

Parque de Exposição vai sediar Expo Portal em junho

O Parque de Exposições está passando pelo processo de revitalização e recuperação...