Mundo

China reforça policiamento para reprimir protestos contra a política de prevenção da covid

Policiais bloquearam rua Wulumuqi em Xangai para impedir protestos contra a política de covid zero

29/11/2022 13h02
China reforça policiamento para reprimir protestos contra a política de prevenção da covid
Foto: Reprodução

Na manhã desta terça-feira (29), policiais chineses foram vistos patrulhando áreas onde alguns grupos no aplicativo de mídia social Telegram propuseram novas manifestações.

Os protestos da China contra as medidas anti-covid que eclodiram no fim de semana parecem ter diminuído, à medida que as autoridades começam a reprimi-los.

Um pequeno protesto na cidade de Hangzhou, no sul, na noite de segunda-feira também foi interrompido rapidamente e prisões efetuadas, segundo imagens de mídia social verificadas pela BBC.

Segundo a imprensa, a polícia estava parando as pessoas e revistando suas casas para verificar se elas tinham redes virtuais privadas (VPNs) configuradas, bem como aplicativos como Telegram e Twitter, que são proibidos na China.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Mundo
OMS afirma que cólera está mais preocupante que covid-19 na África

OMS afirma que cólera está mais preocupante que covid-19 na África

Em Misau, há um cumulativo de 1.376 casos de cólera e 16 óbitos; Malawi soma mais de...
Mundo
Ataques de mísseis russos matam 11 pessoas na Ucrânia

Ataques de mísseis russos matam 11 pessoas na Ucrânia

A investida ocorreu durante a madrugada desta quinta-feira (26)
Mundo
Estados Unidos decidem enviar 31 tanques M1 Abrams para a Ucrânia

Estados Unidos decidem enviar 31 tanques M1 Abrams para a Ucrânia

Governo Joe Biden afirma que veículos ajudarão ucranianos em manobras no terreno aberto...