Política

CCJ da Câmara aprova piso salarial para enfermagem

Texto segue para análise da comissão especial

21/06/2022 07h21
CCJ da Câmara aprova piso salarial para enfermagem
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou o texto da Proposta de Emenda à Constituição 11/2022, que dá segurança jurídica ao piso salarial nacional de enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiras. Agora, o texto segue para a comissão especial, que deverá discutir a PEC antes de sua apreciação em plenário.

A votação, ocorrida de maneira simbólica, só não foi unânime porque o partido Novo foi divergente. Já o deputado Bilac Pinto (União Brasil-MG) afirmou que a comissão especial deve definir qual será a fonte de custeio desse piso salarial. “Nós somos a favor, mas não podemos botar essa conta somente para as prefeituras e para os hospitais”, disse.

A matéria foi proposta após senadores e deputados aprovarem o PL 2.564/2020, de autoria do senador Fabiano Contarato (PT-ES), que prevê piso mínimo inicial para enfermeiros no valor de R$ 4.750. Pela proposta, esta será a remuneração mínima a ser paga nacionalmente por serviços de saúde públicos e privados. No caso dos demais profissionais, o texto fixa 70% do piso nacional dos enfermeiros para os técnicos de enfermagem e 50% para os auxiliares de enfermagem e as parteiras.

*Agência Brasil

Comentários

Leia também

Política
Deputado Leandro de Jesus analisa decisões estratégicas do PL para eleições municipais na Bahia

Deputado Leandro de Jesus analisa decisões estratégicas do PL para eleições municipais na Bahia

Leandro ressaltou a importância da participação do PL no processo eleitoral, especialmente...
Política
Defesa de Bolsonaro entra com ação no STF para anular investigação sobre joias

Defesa de Bolsonaro entra com ação no STF para anular investigação sobre joias

A defesa do ex-presidente considera que a forma como a apuração foi instaurada pelo ministro...
Política
Moraes nega pedido de Bolsonaro para adiar depoimento à PF

Moraes nega pedido de Bolsonaro para adiar depoimento à PF

Segundo o ministro do STF, não compete ao investigado 'escolher a data e horário de seu...