Feira de Santana

Catarata e Glaucoma: Saiba quais são os cuidados para identificar e prevenir

Especialista explica que a perda visual é comumente causada pela falta de cuidado à saúde e que, com os tratamentos corretos, pode ser evitada

15/08/2022 06h47
Catarata e Glaucoma: Saiba quais são os cuidados para identificar e prevenir
Foto: Ksenia Chernaya/Pexels

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a Catarata e o Glaucoma são as duas primeiras maiores causas de cegueira no mundo. Durante entrevista para o De Olho na Cidade, apresentado por Jorge Biancchi, o Dr. Flávio Lopes, médico especialista Retina, Catarata, Glaucoma e Uveíte explicou que a perda visual é comumente causada pela falta de cuidado à saúde e que, com os tratamentos corretos, pode ser evitada.

A Catarata é uma situação acarretada a partir do envelhecimento do Cristalino, lente natural do olho responsável por regular o foco da visão, ou seja, o quão nítido enxergamos um objeto. “Com o passar da idade essa lente deixa de ser transparente e vai ficando opaca. Então, ela começa a ser chamada de Catarata”, expõe o doutor.

Mesmo sendo considerada uma condição natural, que todos irão desenvolver um dia, alguns fatores podem acelerar o processo de envelhecimento e provocar mais riscos. Exposição à luz solar, e uso de colírios de corticóide são alguns deles. O diagnóstico é feito de maneira simples, e o tratamento depende do quadro individual de cada paciente, podendo ser necessário intervenção cirúrgica.

Para prevenir, Flávio destaca a importância da regularidade quanto às consultas com o oftalmologista.

“O bebê quando nasce já deve fazer uma primeira avaliação. Existe uma lei que o bebê tem que fazer o teste do olhinho, realizado nos hospitais e é muito importante. Bem como, nos primeiros meses já deve-se realizar a consulta oftalmológica com o oftalmo pediatria. Depois, quando a gente vai pra adolescência e idade adulta, uma vez por ano já é ideal. Já na terceira idade, essas doenças como catarata e glaucoma são mais prevalentes. Então esses pacientes podem ir ao oftalmologista mais de uma vez por ano, mas de forma de rotina, uma vez é o suficiente também.”

Enquanto a cegueira provocada pela Catarata pode ser reversível, o mesmo não ocorre com o Glaucoma. Portanto, a prevenção é ainda mais necessária. 

“Quando temos um paciente com Glaucoma muito avançado, o que esse paciente perdeu de visão não é reversível. 50% das pessoas que têm glaucoma, não sabem que são portadoras da doença; Então o diagnóstico precoce é muito importante. A cirurgia serve para estabilizar o quadro, então quando operamos, nós conseguimos que o paciente não progrida.”, informa. 

Ambas as doenças podem ser tratadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Presidente da Câmara nega dívida de R$ 600 mil de cartão alimentação

Presidente da Câmara nega dívida de R$ 600 mil de cartão alimentação

A divergência sobre quem deve arcar com a dívida gerou uma disputa que agora envolve...
Feira de Santana
Hospital Clériston Andrade se Destaca no 12º Congresso Luso-Brasileiro de Terapia Intensiva

Hospital Clériston Andrade se Destaca no 12º Congresso Luso-Brasileiro de Terapia Intensiva

O evento, que teve o apoio financeiro do Governo do Estado, inicialmente previa a inscrição...
Feira de Santana
Arraiá do Comércio de Feira de Santana terá oito dias de festa

Arraiá do Comércio de Feira de Santana terá oito dias de festa

Uma das novidades desta edição é o treinamento oferecido ao pessoal da agricultura familiar,...