Feira de Santana

Casa Collab: empresária conta como funciona um espaço colaborativo liderado por mulheres

Finalista do Prêmio Sebrae Mulher revela os desafios para estabelecer um bom negócio.

01/10/2023 06h32
Casa Collab: empresária conta como funciona um espaço colaborativo liderado por mulheres

A Casa Collab completou 5 anos e foi um espaço criado com o objetivo de falar de empreendedorismo com o protagonismo de negócios geridos por mulheres e de apoio para quem está começando. É a única casa colaborativa na Bahia, um jeito diferente de gerar economia de forma barata e coletiva.

Mariana Andrade, empresária e criadora da Casa Collab, tem 15 anos de experiência no varejo e falou da importância de enxergar as oportunidades do negócio. Ela explica que deve haver uma preparação por parte do empreendedor para a venda do seu produto.

A empresária pontuou que é desafiador ter uma loja colaborativa, principalmente por ser pioneira, e que estudar o negócio, identificar seu potencial em vendas é fundamental.

“Você tem que ser muito bom no que faz. Seja como pioneiro ou empreendendo em um segmento que está todo mundo fazendo igual” disse Mariana sobre a necessidade de ter um diferencial. Ela disse que é importante buscar conhecimento na área para estabelecer e melhorar seu negócio.

A empreendedora também conta das dificuldades que encontrou no início do projeto, alinhando a maternidade com os estudos e superando os preconceitos. Ter um bom relacionamento com os colaboradores e clareza nas ideias propostas foram os pilares para a quebra de algumas barreiras.

Mariana destaca os pontos principais para o início da vida empreendedora da mulher, definindo o que quer, fazendo um plano de ação, estudando os possíveis clientes e as referências para seu futuro empreendimento.

Se inteirar de estratégias de marketing e redes sociais é uma forma de se destacar no mercado. A Casa Collab, destinada apenas para empreendedoras mulheres, permite uma correlação entre diversos segmentos de vendas.

O espaço foi pensado para mulheres e também para as mães, com área de recreação infantil e aberto aos mais diversos tipos de negócios. Isso cria uma rede de apoio, facilitando a comunicação e estabelecendo uma relação para além do empreendedorismo.

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Feira de Santana registra 166 casos de dengue e especialista reforça importância da hidratação

Feira de Santana registra 166 casos de dengue e especialista reforça importância da hidratação

O exame de diagnóstico é gratuito, disponível no Ambulatório Municipal de Infectologia...
Feira de Santana
Vereador Jurandy Carvalho segue em observação após passar mal

Vereador Jurandy Carvalho segue em observação após passar mal

Conforme informações da sua assessoria, ele foi encaminhado à emergência, onde recebeu...
Feira de Santana
Prazo para tirar ou regularizar o título termina em 8 de maio

Prazo para tirar ou regularizar o título termina em 8 de maio

Após essa data, o cadastro será fechado e nenhum pedido de inscrição eleitoral ou de...